Extravio de Bagagens: o que fazer e como prevenir

Extravio de Bagagem - Dica de ViagemO extravio de bagagens não é algo incomum, sobretudo quando ocorre algo inesperado no percurso inicialmente traçado, ou seja, um atraso, um cancelamento, uma troca de aeronave, uma perda de conexão etc.

Como prevenir?

Nosso papel é tentar reduzir os riscos:

  • Retire qualquer etiqueta ou adesivo relacionado a viagens anteriores ou outras empresas aéreas.
  • Confira sempre a etiquetagem de sua bagagem na hora de despachar, bem como se o comprovante entregue corresponde ao destino onde o atendente informou que deveria retirar as bagagens. Não se esqueça de guardá-lo.
  • Em caso de conexões, confirme com os funcionários de cada uma delas que a retirada será apenas no destino final, sobretudo em voos internacionais – infelizmente a falta de informações com relação à imigração é algo rotineiro.
  • Após o desembarque da aeronave vá direto a esteira de seu voo, de preferência em uma posição que veja a saída das malas.
  • Identifique-a com seus dados e garanta que o tag de identificação está bem preso. Uma sugestão é usar os lacres que não se rompem com facilidade.
  • Opte por modelos e cores diferentes das tradicionais. Lembre-se que a mala tem a função de carregar seus pertences e quanto mais diferente, menos provável de ser confundida. Se já tem uma mala tradicional (e mesmo nas diferentes), acrescente algo que a diferencie ainda mais das outras como fitas ou adesivos. Saiba a marca e modelo. Pode ajudar (e muito) no caso de extravio.
  • Feche todos os compartimentos com cadeado – os não utilizados use pelo menos um lacre. Isso diminuirá sensivelmente qualquer abordagem na mala (como vovó dizia: “a oportunidade faz o ladrão”). Se for para os Estados Unidos, use os cadeados TSA que permitem a abordagem da mala por agentes aeroviários autorizados sem que a mesma seja danificada.
  • Tenha sempre uma mala de cabine com os itens fundamentais: pasta e escova de dentes, pente/escova, desodorante (cautela com o tamanho e tipo nos voos internacionais), uma muda de roupa adequada ao seu destino, seus equipamentos eletrônicos com carregadores, remédios (com a receita correspondente), joias e documentos.
  • Não despache itens de valor financeiro ou sentimental, salvo quando não puderem ser levados na cabine.
  • Saiba todos os endereços e telefones onde estará hospedado nos próximos dias de viagem. Caso sua bagagem extravie, você pode demorar alguns dias para recebê-la.
  • Conheça seus benefícios incluídos em cartões de crédito e seguros contratados e a documentação requerida para fazer a solicitação. Consulte antes da viagem seus benefícios e a documentação necessária para reivindicações.

O que fazer em caso de extravio?

Não se desespere! Antes de tudo dirija-se imediatamente ao funcionário da companhia responsável – geralmente em algum ponto próximo às esteiras. Explique o ocorrido. Sua bagagem pode ter ido para inspeção ou estar separada em algum ponto. Caso constate o extravio, informe sobre todos os eventuais problemas desde a entrega da mala até o momento da reclamação. Isso poderá ajudar os atendentes a localizá-la.

Em seguida, será solicitado que preencha um formulário com características detalhadas da(s) sua(s) bagagem(ns), bem como o procedimento para abertura da mesma caso necessário. Informe de modo claro tudo que for perguntado. Não esqueça de fornecer os próximos endereços e telefones, caso não vá permanecer muitos dias no próximo destino.

Completada a burocracia, guarde com cuidado a comprovação do registro e tenha certeza que compreendeu qualquer número que foi fornecido (muitas vezes serve como rastreador da própria mala) e os telefones para informações. Poderá ser necessário entrar em contato e, claro, cobrar a entrega. O consolo é que a maioria das malas são entregues nos primeiros 2-5 dias no endereço fornecido. Caso seja preciso, fotografe sua bagagem e registre qualquer discordância com o estado de entrega original, incluindo falta de itens. É obrigação da companhia reparar os danos!

Aproveite, ainda, para perguntar sobre os procedimentos para compra de artigos essenciais. A empresa pode fornecer um voucher, um kit pronto ou trabalhar com reembolso. Se for necessário adquirir algum artigo em decorrência do extravio, guarde toda a documentação que comprove seus gastos (nota fiscal detalhando o produto com data e hora) para solicitar no final da viagem.

Para as bagagens que não são encontradas, o prazo para ressarcimento varia de algumas semanas até dois meses, conforme país de origem da empresa e local do evento. O valor geralmente é calculado pelo peso e muitas vezes não paga sequer a mala.

Se a solução final para sua demanda não parecer justa e razoável, busque seus direitos. As alternativas, além dos canais de comunicação da companhia (SAC, Ouvidoria etc), são o PROCON, a Anac e, por último, a justiça. Por isso, conhecer seus benefícios – muitas vezes já incluídos “gratuitamente” – em seguros e cartões de crédito é fundamental para minimizar seus prejuízos e preocupações.

Lembre-se sempre que a prioridade durante a viagem é desfrutá-la. Dessa forma, por mais inconveniente que possa ser, priorize o recebimento da mala, registre sua insatisfação e os fatos ocorridos (e guarde a comprovação do registro), mas deixe o estresse da discussão/insatisfação para o retorno. As reparações podem demorar semanas e, portanto, não justificam arruinar a tão sonhada viagem.

Gostou do post? Compartilhe!

Thiago Carvalho

Carioca, casado, 30 anos, médico, amante da natureza e apaixonado por viagem, de Itaipava no fim de semana ao Bungee Jumping na Nova Zelândia. Volta de uma viagem com o roteiro pronto para a próxima.

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Reprodução ou cópia não autorizada!