Dicas e Roteiros de Viagem pela Argentina

Casa Rosada - Buenos Aires - ArgentinaA Argentina é o oitavo maior país do mundo. Pela extensão territorial possui belíssimas riquezas naturais como rios, lagos, glaciares, cordilheiras, plantações de uva (com ótimos vinhos!)… Tivemos a oportunidade de visitar em 2006, 2007 e 2008, embora em momentos distintos e com roteiros um pouco diferentes. Resolvemos juntar a parte comum (Buenos Aires) em um roteiro sensacional e compartilhar as experiências do Thiago na Patagônia Argentina.

Mapa - ArgentinaFonte: World Map Finder

Esse país de colonização e língua espanhola possui uma população de pouco mais de 40 milhões de habitantes, sendo 14 milhões na Grande Buenos Aires, sua capital. Diferente dos seus vizinhos sul-americanos, a etnia é predominantemente europeia e muitos, inclusive, têm dupla cidadania. Faz parte do Mercosul e, portanto, não é necessário visto. Também não existe nenhum requisito de vacinação obrigatória.

O clima tem as estações bem demarcadas com a temperatura variável, é claro, de acordo com a altitude e latitude. A moeda é o peso argentino que sofreu grande desvalorização na última década acompanhado de uma inflação significativa, o que empobreceu uma grande parcela da população. O fuso horário é o mesmo de Brasília, podendo ter variações de acordo com o horário de verão. A gastronomia é ótima, com destaque para as empanadas (o pastel argentino!), os alfajores da Havana e, é claro, a parrilla (o churrasco argentino – bife de chorizo, bife de ancho, ojo de bife, asado de tira…).

Como no Peru, é importante ter cautela no câmbio para evitar as notas falsas. Para prevenir, recomendamos o pagamento com cartão crédito, débito ou pré-pago (Travel Money) para minimizar a necessidade de câmbio. Para os pequenos gastos como táxi e artesanato local, o saque em bancos ou o câmbio em locais oficiais é a solução (evite sempre o aeroporto!) – solicite notas de pequeno valor. A taxa poderá não ser a melhor, mas paga a tranquilidade. Além disso, cautela com o troco – evite pagar pequenas compras com notas maiores, sobretudo em táxis e comércios informais.

Pela proximidade com o sul do Brasil e pelo grande fluxo de turistas brasileiros, as principais companhias aéreas brasileiras voam para Buenos Aires. No entanto, a decisão para trechos internos deve ser cautelosa para minimizar custos eventuais exorbitantes dos trechos avulsos. Outra opção para os que moram na Região Sul é o deslocamento de carro.

Dividimos os roteiros conforme nossos destinos:

Para os que dispõe de mais tempo ou estão retornando, recomendamos considerar (e podemos ajudar!):

  • Mendoza: aos pés da cordilheira degustando vinhos espetaculares
  • Bariloche: mais que apenas ski, alta gastronomia e hotelaria em paisagens deslumbrantes
  • Começar na patagônia argentina e cruzar para a chilena de barco ou carro

Precisa de orientação para montar um roteiro de viagem inesquecível pela Argentina? Gostaria de visitar outras cidades? Quer ajuda com reserva de hotéis, aluguel de carros, passagens de avião ou ônibus? Visite nossa página de Roteiros Personalizados ou deixe sua mensagem abaixo.

Gostou do post? Compartilhe!

Silvia Carvalho

Carioca, casada, 29 anos, médica, sempre com uma máquina fotográfica na bolsa, apaixonada por viajar e degustar as comidas típicas locais.

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Reprodução ou cópia não autorizada!