Nova York: Chelsea, High Line & Midtown (com Empire State)

Conforme explicamos no post de Nova York, o quarto dia foi o que mais caminhamos pela cidade (9,5km). Pegamos a linha C/E do metrô e descemos na estação 23th St, no Chelsea. Andamos pela 8th Ave até a 21st St, onde viramos à direita em direção ao High Line, um parque suspenso de quase 2km de extensão em uma antiga linha de metrô desativada. Antes de subir para o parque na altura da 10th Ave, à esquerda está localizado o grafite de dois famosos brasileiros de São Paulo – “Os Gêmeos” – que já levaram seu trabalho a diversas cidades do mundo.

Grafite dos "Gemeos" - Chelsea - Nova York - Estados UnidosGrafite na 21st St dos brasileiros Os Gêmeos

High Line - Chelsea - Nova York - Estados UnidosHigh Line

High Line - Chelsea - Nova York - Estados UnidosVista do High Line

High Line - Chelsea - Nova York - Estados UnidosHigh Line

O High Line é uma das tentativas da cidade em trazer lazer e verde longe dos arranha-céus para sua população. Começa no Chelsea e termina no Meatpacking District, uma área de Manhattan famosa por restaurantes, exposições artísticas e, sobretudo, vida noturna. Descemos no Chelsea Market, um mercado famoso pelos restaurantes e lojas de alimentos, localizado na 9th Ave entre a 15th e 16th St.

Chelsea Market - Nova York - Estados UnidosFachada do Chelsea Market

Chelsea Market - Nova York - Estados UnidosInterior do Chelsea Market

Passando pelo Meatpacking District, seguimos para o número 401 da Bleecker St, no West Village. Quem já assistiu a série Sex and the City com certeza conhece os famosos cupcakes da Magnolia Bakery, que possui algumas filiais pela cidade! É claro que provamos (e aprovamos!).

Magnolia Bakery - West Village - Nova York - Estados Unidos

Em direção a Greenwich Village, caminhamos pela Bleecker até a Grove St, onde viramos à direta e, após uma quadra, na esquina com a Bedford St, relembramos mais um marco da televisão: o prédio do seriado Friends!

Friends - Greenwich Village - Nova York - Estados Unidos

Retornamos pela própria Grove St até a 4th e seguimos para o Washington Square Park, parque criado em meados do século XIX. No final do mesmo século, em homenagem a George Washington, foi erguida o Washington Arch, usando como base o Arco do Triunfo de Paris. Muitos dos prédios no entorno da praça pertencem à NYU – Universidade de Nova York.

Washington Square - Nova York - Estados UnidosWashington Square Park

Washington Arch - Nova York - Estados UnidosWashington Arch

Continuamos pela University Pl. em direção ao Union Square Park, mais um belo parque criado no início do século XIX.

Union Square - Nova York - Estados Unidos

Agora na Broadway, caminhamos até o Madison Square Park, parque aberto em 1847 e onde funcionou o Madison Square Garden até 1925. No entorno, vale observar o Flatiron Building – construído em 1902 com 22 andares e forma triangular -, um dos primeiros arranha-céus da cidade. Não deixe de entrar na loja Lego e no Eataly, um mercado com alguns restaurantes italianos e produtos alimentícios genuinamente italianos. Aproveitamos para almoçar uma deliciosa (e barata!) massa (veja mais aqui).

Madison Square Park - Nova York - Estados UnidosMadison Square Park

Flatiron Building - Nova York - Estados UnidosFlatiron Building

Lego Store - Nova York - Estados UnidosLoja Lego

Eataly - Nova York - Estados UnidosUma das entradas do Eataly

Eataly - Nova York - Estados UnidosEataly

Eataly - Nova York - Estados UnidosEataly

Ainda na Broadway, continuamos até a 32nd e viramos à esquerda para o Madison Square Garden, uma das arenas mais famosas do mundo, palco de memoráveis shows e espetáculos de música e esporte!

Madison Square Garden - Nova York - Estados Unidos

A região entre a 32nd e 34th St e 5th e 8th Ave reúne inúmeras lojas (mais dicas de compras aqui), com destaque para a Macy’s (na Herald Square), com mais de 100 anos e a maior loja de departamento do mundo!

Macy's - Herald Square - Nova York - Estados Unidos

Ainda na 34th, caminhamos até o Empire State Building para subir até o observatório. O prédio de 1931 em estilo Art Deco possui 102 andares, 443 metros de altura e foi o maior do mundo por quase 40 anos. Atualmente é o segundo de Nova York (o One World Trade Center é o mais alto). Usamos o voucher do CityPass (veja os detalhes de cada um dos passes aqui) e aproveitamos o belo dia para observar Nova York 360º. As explicações do audioguia são ótimas para localizar os principais pontos da cidade!

Empire State Building - Nova York - Estados Unidos

Empire State Building - Nova York - Estados Unidos

Empire State Building - Nova York - Estados Unidos

Empire State Building - Nova York - Estados Unidos

De volta ao primeiro andar, visitamos a belíssima Public Library (Biblioteca). Fundada em 1895, conta com mais de 53 milhões de exemplares, sendo a quarta maior do mundo! Ao entrar, não deixe de apreciar as pinturas no teto. Atrás da biblioteca fica o agradável Bryant Park.

Public Library - Nova York - Estados UnidosFachada da biblioteca

Public Library - Nova York - Estados UnidosInterior da biblioteca

Bryant Park - Nova York - Estados UnidosBryant Park

Seguimos então pela 42nd St para as três últimas atrações do dia. Olhando para cima, logo deslumbramos o magnífico Chrysler Building. Inaugurado em 1930, com 319 metros em estilo Art Deco, foi o mais alto do mundo por quase um ano até a construção do Empire State Building. Era a sede da Chrysler Corporation!

Chrysler Building - Nova York - Estados Unidos

Mais à frente, chegamos à famosa Grand Central Station. Inaugurada em 1902 conta com mais de 40 plataformas, mais do que qualquer outra no mundo. A pintura no teto é fabulosa!

Grand Central Station - Nova York - Estados UnidosFachada externa da Grand Central Station

Grand Central Station - Nova York - Estados UnidosInterior da Grand Central Station

No final da 42nd encontra-se a sede da Organização das Nações Unidas (ONU), que pode ser visitada. O tour é guiado, passando por algumas áreas do prédio e exibições que retratam o trabalho da ONU no mundo.

ONU - Nova York - Estados Unidos

Retornamos para o hotel e à noite jantamos no contemporâneo Buddakan no Chelsea Marketconforme contamos no post “Nova York: Onde comer?“. No dia seguinte fomos a Liberty & Ellis Island, Downtown (Financial District, Soho, Chinatown, Little Italy) e Times Square (veja aqui).

Para saber mais sobre Nova York e nossos passeios e dicas na cidade, clique aqui.

Silvia Carvalho

Carioca, casada, 32 anos, médica, sempre com uma máquina fotográfica na bolsa, apaixonada por viajar e degustar as comidas típicas locais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Alerta: Copia nao autorizada!