Nova York: Onde comer?

“Onde comer em Nova York?” Essa é uma das principais perguntas dos viajantes. Apenas em Manhattan são alguns milhares de restaurantes e lanchonetes para todos os gostos e bolsos. Para ilustrar a magnitude, são mais de 60 restaurantes com alguma estrela no Guia Michelin 2016, sendo 6 com três estrelas – no Brasil são apenas 17 restaurantes com 1 estrela e 1 restaurante com 2 estrelas.

Dessa forma, seria impossível descrever todos ou mesmo os principais. Vamos, então, relatar o que e onde comemos ao longo da semana que passamos na cidade em junho de 2015 (para um roteiro das atrações, veja aqui). Se desejar uma extravagância maior, sugerimos o Eleven Madison Park ou o Le Bernardin, com três estrelas no Michelin 2016 e figurando, na lista de melhores do mundo de 2016, em 3º e 24º, respectivamente!

A maior parte dos estabelecimentos possui um site com o menu e preço, o que auxilia na escolha. Não se esqueça que é preciso somar aproximadamente 9% de impostos e sobre o total deixar 20% de gorjeta, ou seja, pagamos quase 30% a mais no preço do cardápio! Outro ponto é a necessidade de reservas em alguns restaurantes e o site OpenTable ajuda muito! Funcionou perfeitamente, auxiliou na escolha do traje (alguns tem requisitos mínimos, sobretudo no jantar!), poupou filas e não custou nada!

Dizem que Nova York é a capital do mundo, o que se reflete na imensidão de escolhas dentre as várias cozinhas mundiais. Pensando nisso, visitamos algumas delas em nossas refeições e essa é a nossa principal dica!

Balthazar

Restaurante tipicamente francês – com filial em Londres – localizado no bairro do Soho, na 80 Spring St. De entrada pedimos uma torta de queijo de cabra com cebola e um risoto de ervilhas, camarões e mascarpone, seguido de um conft de pato com aspargos e um filé de peixe (Skate) e, de sobremesa, uma mousse de mascarpone e limão. Tudo estava ótimo, à altura dos bistrôs franceses! Imprescindível reservar!

Balthazar - Nova York - Estados UnidosFachada (foto em outro dia)

Balthazar - Nova York - Estados UnidosEntradas

Balthazar - Nova York - Estados UnidosPeixe

Balthazar - Nova York - Estados UnidosPato

Balthazar - Nova York - Estados UnidosSobremesa

Tao Uptown

Depois do cansativo dia em Washington (veja aqui) fomos nesse delicioso tailandês, no 42 E da 58th St. Pedimos drinks acompanhados de tempura de aspargos e de feijão verde com alho de entrada, seguidos de dois pratos de camarão – Crispy Coconut Shrimp e Hong Kong XO Shrimp – com arroz de jasmin. De sobremesa dividimos o Crispy Fuji Apple Blossoms. Tudo delicioso e o tempero mais picante na medida certa. Vale reservar!

Tao Uptown - Nova York - Estados UnidosFachada (foto tirada em outro dia)

Tao Uptown - Nova York - Estados UnidosAmbiente agradável e descolado

Tao Uptown - Nova York - Estados UnidosEntrada

Tao Uptown - Nova York - Estados UnidosPrincipal

Tao Uptown - Nova York - Estados UnidosSobremesa

Hambúrguer – Five Guys

Um lanche (dependendo até refeição!) imperdível em Nova York é ir em uma das tradicionais lanchonetes que vendem hambúrgueres. Existem as sofisticadas e elaboradas, mas a experiência típica e autêntica é ir nas mais simples como Five Guys ou Shake Shack. Outras opções são P.J. Clarkes e Prime Burger. Optamos pela primeira pela proximidade de uma das filias do nosso hotel (43 W 55th St.), para um lanche antes do musical que assistimos no terceiro dia! Pedimos o completo com batatas fritas. Era o que dizia ser: um gostoso, gorduroso e autêntico hambúrguer!

Five Guys - Nova York - Estados Unidos

Cheesecake

O cheesecake – “bolo de queijo” na tradução literal – é uma das sobremesas mais típicas norte-americanas e, em especial, novaiorquinas. Não deixe de pedir em algum café ou restaurante! Um dos mais famosos é a do Juniors – o mais próximo é ao da lado da Times Square (Broadway com 45th St).

Juniors - Nova York - Estados Unidos

Nobu 57th

Depois do musical, fomos no Nobu, um japonês andino (com um toque peruano!) no estilo shared meal (refeição compartilhada) do 40 W da 57th St. O ambiente escuro não permitiu boas fotos! O restaurante é super sofisticado, com um ambiente moderno. Não gostamos do atendimento. Pedimos alguns sashimis variados de entrada, o new style sashimi e beef toban yaki. De sobremesa, o Bento Box (à base de chocolate) foi o recomendado por amigos. Achamos caro pela qualidade. Imprescindível reservar!

Nobu 57th - Nova York - Estados UnidosFachada (foto tirada em outro dia)

Magnolia Bakery

Quem já assistiu a série Sex and the City, com certeza conhece os famosos cupcakes da Magnolia Bakery, que possui algumas filiais pela cidade e vale uma visita: a loja é super charmosa e os cupcakes são saborosos! Fomos no da 401 Bleecker St na manhã do quarto dia.

Magnolia Bakery - Nova York - Estados Unidos

Magnolia Bakery - Nova York - Estados Unidos

Eataly

O Eataly (aberto recentemente em São Paulo) é um grande mercado com produtos italianos e alguns restaurantes no interior, localizado em frente ao Madison Square Park no número 200 da 5th Ave. Durante a visita nesta região da cidade, optamos pela experiência típica italiana com duas massas no almoço do quarto dia – uma lasagna e um spaghetti. O preço foi barato se comparado aos demais restaurantes e estava à altura de uma cantina italiana.

Eataly - Nova York - Estados UnidosFachada de uma das entradas

Eataly - Nova York - Estados UnidosInterior do Eataly

Eataly - Nova York - Estados UnidosInterior do Eataly

Eataly - Nova York - Estados Unidos

Buddakan

Restaurante de comida asiática contemporânea localizado no Chelsea Market (75 9th Ave). Fomos no meu aniversário e, sem dúvida alguma, foi o nosso preferido: o atendimento, o ambiente, a música, a comida… sublime! Também funciona no sistema shared meal. De entrada pedimos chili rock shrimp (camarão) e short rib and scallion pancakes (costela). Em seguida, black pepper beef (carne bovina), broken chili chickenpeking duck fried rice (arroz frito de pato). De sobremesa, almond bread pudding (de banana) e jasmine rice sorbet and pineapple (sorvete e mousse). Imprescindível reservar!

Buddakan - Nova York - Estados UnidosFachada (foto tirada em outro dia)

Buddakan - Nova York - Estados UnidosEntrada: camarão

Buddakan - Nova York - Estados UnidosEntrada: costela

Buddakan - Nova York - Estados UnidosPrincipal: carne

Buddakan - Nova York - Estados UnidosPrincipal: frango

Buddakan - Nova York - Estados UnidosPrincipal: arroz de pato

Buddakan - Nova York - Estados UnidosSobremesa

Carmines

Junto com o Red Lobster, Bubba Gump Shrimp e Oliver Garden, é uma das opções para se comer bem por um preço razoável em uma região extremamente turística (Times Sq.). Fica no número 200 W 44th St. Os pratos são bem servidos com um sabor caseiro que lembra a massa da vovó. Pela localização e preço, todos ficam muito cheios e as filas podem ser inevitáveis! Existe a possibilidade de reservar. Fomos antes do musical do quinto dia e pedimos um spaghetti com almôndegas. Estava gostoso e a porção era enorme!

Carmines - Nova York - Estados UnidosFachada (foto tirada em outro dia)

Carmines - Nova York - Estados UnidosSpaghetti

Ruth’s Chris

O Thiago já tinha ido há quase 20 anos em outra filial da costa oeste com os pais e resolvemos repetir. O Ruth’s Chris (148 W 51st St.) é uma tradicional e autêntica steakhouse americana, que preserva a característica de uma carne com exterior tostado (sem estar queimada!) e interior vermelhinho (sem estar cru!). Fomos no sexto dia e pedimos PorterhouseNew York Strip acompanhados de aspargos, batatas gratinadas e batatas lyonnaise. Estava tudo soberbo! Recomendamos reservar.

Ruth's Chris - Nova York - Estados UnidosFachada

Ruth's Chris - Nova York - Estados UnidosPorterhouse

Ruth's Chris - Nova York - Estados UnidosNew York Strip

Vale reforçar que as opções de restaurantes são infinitas em Nova York. Portanto, não deixe de compartilhar abaixo outras experiências!


Nota: Conforme nossa política descrita na página de parceiros, nossas viagens são financiadas com recursos próprios. Portanto, todas as opiniões são isentas de qualquer ganho direto ou indireto, garantindo transparência e veracidade da real experiência vivenciada.

Silvia Carvalho

Carioca, casada, 32 anos, médica, sempre com uma máquina fotográfica na bolsa, apaixonada por viajar e degustar as comidas típicas locais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Alerta: Copia nao autorizada!