Londres: London Tower, St. Paul’s Cathedral, Millenium & Tower Bridges

Conforme explicado no post sobre Londres, após um dia pelos parques da cidade, programamos a manhã do último dia para conhecer a St. Paul’s Cathedral, a London Tower e as pontes Tower e Millenium.

Observação: Se desejar incluir Windsor à tarde, recomendamos estar na St Paul’s em seu horário de abertura (veja os horários aqui, lembrando que está fechada para visitação aos domingos), pois embora sejam apenas 2 atrações na parte da manhã, o tempo médio para visitação mais o deslocamento entre elas gira entre 5 e 6 horas.

Comece pela St Paul’s Cathedral, bem próxima à estação homônima. Fundada no ano de 604, a atual igreja em estilo barroco foi construída no século XVII e permaneceu como a construção mais alta de Londres até 1967, com 111 metros de altura. Tem enorme importância histórica e já recebeu funerais de importantes figuras políticas, como Margaret Thatcher e Churchill.

St Paul's Cathedral - Londres - InglaterraFachada

O altar, o coral e a abóboda são extremamente trabalhados, com adornos que transformam o local em uma verdadeira obra de arte. Infelizmente não é permitido fotografar no interior. A subida até o topo é cansativa, mas vale para ter uma bela vista da cidade. O passeio dura entre 1 e 2 horas.

St Paul's Cathedral - Londres - InglaterraVista do alto

Dica: se vier a pé para a St. Paul’s, não deixe de reparar no belíssimo prédio do Royal Courts of Justice, o Tribunal Superior da Inglaterra. Inaugurado em 1882 em estilo gótico, parece um enorme palácio.

Royal Court of Justice - Londres - Inglaterra

Ao sair da catedral, siga pela Peter’s Hill em direção à Millennium Bridge. Inaugurada no ano 2000, é uma ponte suspensa de aço para pedestres. No caminho, olhe para trás e se surpreenda com a imponência da St Paul’s! Na outra ponta está a galeria de arte moderna Tate Modern, aberta diariamente com entrada gratuita.

St Paul's Cathedral - Londres - InglaterraSt Paul’s vista de Peter’s Hill

Millenium Bridge - Londres - InglaterraMillennium Bridge

Continue margeando o Tâmisa até a Tower Bridge, a mais famosa ponte londrina e um dos cartões postais da cidade. Construída no final do século XIX para facilitar o trânsito pela cidade, seu projeto foi uma obra-prima para a época pelo fantástico sistema hidráulico desenhado com o objetivo de garantir, com rapidez, a elevação da ponte viabilizando o tráfego dos barcos pelo Tâmisa. É possível visitar o maquinário.

Tower Bridge - Londres - Inglaterra

Cruze a ponte e vire à esquerda para conhecer a London Tower (veja os horários de funcionamento no site oficial). Esse enorme castelo do século XI foi construído durante a ocupação normanda e usado como prisão até 1952. No entanto, seu principal propósito foi de residência real, com expansões e modificações até o século XIII, quando adquiriu o formato atual, em dois anéis concêntricos de defesa e diversas fortificações e construções. Foi cercado algumas vezes e a manutenção do seu controle significava a permanência como liderança do pais.

London Tower - Londres - Inglaterra

London Tower - Londres - Inglaterra

A visita dura, em média, 2h30. Além das muralhas com uma bela vista para a Tower Bridge, não deixe de visitar as Crown Jewels (as joias da coroa). Dependendo do horário, poderá observar a troca da guarda.

Tower Bridge - Londres - InglaterraTower Bridge

Tower Bridge - Londres - InglaterraTower Bridge

London Tower - Londres - InglaterraCapela

London Tower - Londres - InglaterraTroca da Guarda

Se sobrar tempo, é possível visitar alguns aposentos e um grande arsenal dos armamentos anteriormente usados para defesa do castelo.

London Tower - Londres - InglaterraCanhões previamente usados para defesa

London Tower - Londres - InglaterraAposentos dentro da London Tower

Bem próximo está o The Monument, um obelisco de mais de 60 metros de altura em memória ao Grande Incêndio de Londres, ocorrido em 1666, quando 86% da cidade e um terço das construções foi destruída, deixando mais de 130 mil pessoas sem teto. A reconstrução demorou mais de 50 anos, sendo responsável pelos moldes atuais da área mais antiga da cidade. Como o entorno estava em obras, não conseguimos uma boa foto.

Dependendo do horário (idealmente se for até 12h30 entre novembro e fevereiro ou até 13h30 entre março e outubro) sugerimos pegar um trem em Waterloo para conhecer o Castelo de Windsor (veja aqui). Na volta para o hotel, paramos no The Albert (52 Victoria St), onde nos despedimos do Reino Unido da forma mais típica: cerveja, fish and chips e um sanduíche!

Pub - Londres - Inglaterra

Pub - Londres - Inglaterra

Gostou do roteiro e das dicas? Faça suas reservas pelas caixas de pesquisa na lateral, nos links ao longo do post ou clique para reservas de hospedagem no Booking ou aluguel de carros no RentalCars. Você não paga nada a mais por isso e nos ajuda a manter o site. Obrigado!


Precisa de orientação para montar um roteiro inesquecível pela Inglaterra (ou Reino Unido)? Quer ajuda em reservas de hotéis, aluguel de carros, passagens de avião, ônibus ou trem? Quer montar um roteiro 100% personalizado e tornar sua viagem inesquecível? Visite nossa página de Roteiros Personalizados ou deixe sua mensagem abaixo.

Gostou do post? Compartilhe!

Thiago Carvalho

Carioca, casado, 30 anos, médico, amante da natureza e apaixonado por viagem, de Itaipava no fim de semana ao Bungee Jumping na Nova Zelândia. Volta de uma viagem com o roteiro pronto para a próxima.

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Reprodução ou cópia não autorizada!