Pelas paisagens do Senhor dos Anéis na Terra Média

Essa foi minha última viagem no período em que passei na Nova Zelândia durante o intercâmbio. Fui com o Diego, um amigo brasileiro mais velho que conheci durante o curso. Senhor dos Aneis foi uma verdadeira febre na época, com filmes que alcançaram imenso sucesso, apresentando paisagens espetaculares que deram vida ao livro de Tolkien e colocaram esse pequeno país do Pacífico no foco de muitas viagens.

Aproveitamos um feriado prolongado (de sexta à segunda) e alugamos um carro (alugue aqui) com destino aos principais locais de filmagem na Ilha Norte. Na época, as lojas vendiam pequenos livretos que continham as direções para os locais de filmagem (vamos lembrar que GPS era novidade!).

Partimos no final da tarde de sexta rumo a Taupo (a 280km ao sul de Auckland), onde dormimos na casa de parentes da família que recebeu meu amigo Diego. No dia seguinte, acordamos bem cedo e continuamos até o Tongariro National Park (mais 70km pela SH1 seguida da SH47). Fica minha sugestão de dormir no luxuoso (e caro) Chateau dentro do parque a caminho do Mount Ruapehu ou em opções mais em conta na própria região (National Park Village, Turangi ou Ohakune).

Tongariro National Park - Nova Zelandia

O parque é repleto de inúmeras paisagens intocadas que variam de lagos de um azul indescritível e montanhas com neve permanente a áreas totalmente secas de terreno rochoso. Esse conjunto de paisagens deu vida às filmagens de Peter Jackson para representar Mordor e o Caradhras – a montanha de neve que os personagens não conseguem atravessar.

Tongariro National Park - Nova Zelandia

Tongariro National Park - Nova Zelandia

Tongariro National Park - Nova Zelandia

Tongariro National Park - Nova Zelandia

Tongariro National Park - Nova Zelandia

Tongariro National Park - Nova Zelandia

Tongariro National Park - Nova Zelandia

Tongariro National Park - Nova ZelandiaNevando na última base

Tongariro National Park - Nova ZelandiaNo inverno

Infelizmente as condições climáticas não permitiram que fizéssemos o Tongariro Crossing, uma travessia de 20km a pé que dura entre 7 a 9 horas. Para os que desejam fazê-la, é importante verificar o clima e contratar um serviço de transporte, pois a travessia não retorna ao mesmo ponto de partida. As paisagens são estonteantes! Além da travessia, existem inúmeras trilhas disponíveis que atendem a todos os graus de dificuldade variando de poucos minutos até 6 dias.

Tongariro National Park - Nova Zelandia

Retomamos, então, a estrada SH47, passando pela SH49 até reencontrar a SH1, rumo ao sul da Ilha Norte. O caminho foi revelando belas paisagens.

Estrada - Nova Zelandia

Estrada - Nova Zelandia

Nossa próxima parada foi o Hutt River, pouco mais de 200km ao sul, já próximo a Wellington, capital da Nova Zelândia. Esse rio foi o cenário para as filmagens do Anduin e foi motivo de mais uma surpresa nesse pequeno país – após pegar o topo nevando dentro do parque, encontramos o Hutt com pessoas se banhando!

Hutt River - Nova Zelandia

Hutt River - Nova Zelandia

Fizemos um breve city tour por Wellington, descansamos em um hotel (bem simples!) na cidade e no dia seguinte partimos bem cedo rumo ao Harcourt Park via SH2. Esse delicioso parque foi cenário para as conversas entre Gandalf e Saruman nos jardins de Isengard.

Harcourt Park - Nova Zelandia

Ainda pela SH2, após breves 10 minutos, chegamos no Kaitoke Regional Park, que cedeu suas belas paisagens para Rivendell, uma das casas elfas e responsável por uma longa sequência no primeiro livro/filme.

Kaitoke Regional Park - Nova Zelandia

Kaitoke Regional Park - Nova Zelandia

Kaitoke Regional Park - Nova Zelandia

Menos de 20km encontrava-se a penúltima parada: Fernside em Featherston, ou Lothlorien, no filme.

Fernside - Nova Zelandia

Fernside - Nova Zelandia

Após essa breve visita, a estrada nos presenteou com mais uma bela paisagem.

Estrada - Nova Zelandia

No dia seguinte, terminadas as pequenas distâncias, ainda teríamos uma grande distância a percorrer (quase 300km), rumo ao Tongariro para o Crossing. No entanto, como disse acima, não seria possível e decidimos de última hora ir direto para Matamata Condado no filme. Quase meia-noite, chegamos exaustos. Para nossa surpresa, a recepção dos poucos hotéis da cidade estavam fechadas e, portanto, não tínhamos onde ficar. Solução: dormimos no carro!

Matamata - Nova Zelandia

Matamata - Nova Zelandia

Acordamos ainda exaustos, fizemos um breve tour no local das filmagens e retornamos para Auckland para curtir o resto do dia.

Gostou do roteiro e das dicas? Faça suas reservas pelas caixas de pesquisa na lateral, nos links ao longo do post ou clique para reservas de hospedagem no Booking ou aluguel de carros no RentalCars. Você não paga nada a mais por isso e nos ajuda a manter o site. Obrigado!


Precisa de orientação para montar um roteiro inesquecível pela Nova Zelândia? Quer ajuda em reservas de hotéis, passagens de avião ou aluguel de carros? Quer montar um roteiro 100% personalizado e tornar sua viagem inesquecível? Visite nossa página de Roteiros Personalizados ou deixe sua mensagem abaixo.

Gostou do post? Compartilhe!

Thiago Carvalho

Carioca, casado, 30 anos, médico, amante da natureza e apaixonado por viagem, de Itaipava no fim de semana ao Bungee Jumping na Nova Zelândia. Volta de uma viagem com o roteiro pronto para a próxima.

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Reprodução ou cópia não autorizada!