A encantadora Flam – mais do que uma ferrovia e um fiorde

Conforme explicado no post sobre a Noruega e dos Fiordes, depois de Bergen, passamos uma noite em Flam, uma pequena vila de 350 habitantes às margens do Aurlandsfjord. O norueguês é o idioma oficial, embora a maioria da população fale inglês.

Qual a melhor época para ir em Flam?

É um local com temperatura média baixa no inverno (próximo de zero grau), poucas horas de sol e grande chance de neve. Portanto, programe-se para ir entre maio e início de setembro, sobretudo junho a agosto, quando as temperaturas são amenas (entre 7ºC e 15ºC em maio e setembro e 12ºC e 19ºC entre junho e agosto) e os dias bem longos.  Visitamos em maio de 2017, quando aproveitamos dois dias sem chuva, embora com muitas nuvens.

Quanto tempo ficar em Flam?

A minúscula vila é muito charmosa. O ponto alto é a visita ao Nærøyfjord e ao mirante Stegastein. Para conseguir visitar tudo, recomendamos um dia inteiro, se possível com um pernoite! No entanto, se estiver com tempo e desejar um dia de total paz e tranquilidade em um local de paisagem estonteante, Flåm deve ser sua escolha.

Como chegar em Flam?

Existem quatro opções principais:

  • Barco: uma alternativa diferente para os viajantes que vêm de Bergen (foi o que fizemos!), conforme descrevemos em “De Bergen a Flåm pelo Sognefjord, uma alternativa espetacular“.
  • Carro: excelente opção se deseja conhecer as paisagens do interior da Noruega, mas vale ressaltar que o deslocamento nessa região pode implicar algumas balsas e estradas com limites de velocidade mais baixos que o habitual e, portanto, exige mais tempo disponível.
  • Ônibus: geralmente é responsável pela outra perna daqueles que chegam ou partem de trem.
  • Trem: provavelmente será a forma de chegada ou saída à vila (veja aqui), já que a Flåmsbana é uma das ferrovias mais estreitas e bonitas do mundo, levando até Myrdal, de onde parte o trem para Bergen ou Oslo.

Veja dicas de como comprar, economizar e se deslocar de trem na Europa em nosso post “Como viajar de trem na Europa“.

Onde ficar em Flam?

Como dissemos, Flåm é uma pequena vila. Optamos por ficar no ótimo Flåmsbrygga Hotel, com um estilo campestre, um delicioso restaurante em estilo viking e uma espetacular vista para o fiorde Aurland, além de excelentes acomodações.

Flamsbrygga - Flam - Noruega
Flåmsbrygga

A cidade possui poucas opções de hospedagem (veja todas aqui). A outra opção de hotel na própria cidade é o Fretheim Hotel.

Onde comer?

Jantamos no restaurante do próprio hotel (Ægir pub), um pub com diferentes tipos de cerveja em um ambiente que lembra a época viking. Silvia pediu uma Shepherds Pie de cordeiro com batatas e vegetais como prato principal e um chocolate com sorvete de raspberry e eu pedi o Viking Plank, uma combinação de cinco pratos (camarão com mexilhões, rena defumada, sopa de frutos do mar, porco e ganache de chocolate) harmonizados com cinco cervejas distintas. Simplesmente amamos! A outra alternativa interessante é o restaurante do Hotel Freitheim, mas achamos o cardápio e ambiente do pub mais típico.

Jantar - Flam - Noruega
Sheperd’s pie de cordeiro no primeiro plano e o Viking plank com as cervejas no segundo plano
Jantar - Flam - Noruega
Detalhe dos cinco pratos que compõe o Viking Plank, com a explicação da harmonização
Jantar - Flam - Noruega
Chocolate com sorvete de raspberry

O que fazer? Roteiro!

Além de uma rápida caminhada pelo centro da vila, com visita ao Centro Turístico e Museu da Ferrovia, e a contemplação ao belíssimo Aurlandsfjord, existem três atrações imperdíveis: navegação ao Nærøyfjord, passeio ao mirante Stegastein e trilha para a cachoeira Brekkefossen.

Flam - Noruega
Centro de Visitantes
Estação - Flam - Noruega
Museu da Ferrovia – ao lado da linha do trem
Flam - Noruega
Loja de Souvenirs
Flam - Noruega
Aurlandsfjord visto de Flåm

Navegação no Nærøyfjord

Abraçado por montanhas com mais de 1800 metros de altitude que encontram suas estreitas e azuladas águas e abrigam coloridas e pitorescas vilas, é um dos mais famosos e belos fiordes da Noruega, sendo considerado Patrimônio da Humanidade pela UNESCO.

Existem saídas de barco de diversas vilas da região, sendo Gudvangen e Flåm os principais pontos de partida.

Quanto tempo dura a navegação?

Entre 1h30 e 2h. É possível contratar o translado terrestre de retorno ao ponto de partida, o que acrescenta cerca de 20 minutos ao passeio.

Como comprar/reservar?

É possível fazer a reserva diretamente no centro turístico de ambas as cidades, mas recomendamos comprar antecipadamente no site oficial (Visit Flam) para evitar surpresas, sobretudo em alta temporada e finais de semana.

Qual a diferença entre o barco Classic e Premium?

Embora seja mais barato, o Classic é um barco mais antigo e, como o próprio nome diz, clássico. Portanto, os pontos para observação das paisagens são mais escassos e podem ser prejudicados pelo número de pessoas a bordo. Já o Premium é um barco desenvolvido especialmente para a contemplação do cenário. Dessa forma, nossa sugestão é o Premium – vale cada centavo.

Barco - Flam - Noruega
Premium no porto de Flåm – rampas em ambos os lados garantem uma visão adequada de todos a bordo
Naeroyfjord - Flam - Noruega
Nærøyfjord
Naeroyfjord - Flam - Noruega
Nærøyfjord
Naeroyfjord - Flam - Noruega
Nærøyfjord – Estreito e com montanhas de 1800 metros de altitude
Naeroyfjord - Flam - Noruega
Nærøyfjord – Coloridas e pitorescas vilas
Naeroyfjord - Flam - Noruega
Nærøyfjord – Cachoeiras
Naeroyfjord - Flam - Noruega
Nærøyfjord – “Paredão” formado pelas montanhas
Gudvangen - Noruega
Chegada em Gudvangen – término do passeio!

Mirante Stegastein

Um passeio menos conhecido, mas imperdível é a visita ao Mirante Stegastein. Localizado a 17 km, em Aurland, essa futurística passarela projetada sobre o fiorde homônimo (Aurlandsfjord) possibilita cenários lindíssimos.

Como chegar no mirante?

Se estiver de carro, siga pela E16 e saia em Aurland. Caso contrário, é possível contratar o passeio no Centro de Visitantes ou diretamente pela internet no site Visit Flam (veja aqui) – nossa recomendação, pois o translado é em uma pequena van e, assim, com assentos limitados!

Quanto tempo demora o passeio?

A duração é de 1h30. Confira os horários no site Visit Flam.

De onde é a saída para o passeio?

Do centro de visitantes em Flåm.

Stegastein - Flam - Noruega
“Passarela” sobre o fiorde
Stegastein - Flam - Noruega
Mirante Stegastein – Vista para direita
Stegastein - Flam - Noruega
Mirante Stegastein – Vista central
Stegastein - Flam - Noruega
Mirante Stegastein – Vista para esquerda
Stegastein - Flam - Noruega
Pequena parada na subida do Stegastein

Cachoeira Brekkefossen

Na manhã do segundo dia acordamos cedo para fazer a rápida trilha – aproximadamente 30 minutos – até a cachoeira Brekkefossen. O percurso de pouco mais de 1500 metros até a base é predominantemente plano, com os últimos 200 metros em um acidentado e íngreme caminho. Mais do que contemplar a bela queda d’água, a vista de Flåm sobre um dos braços do fiorde é a maior recompensa, mesmo com um céu encoberto!

Brekkefossen - Flam - Noruega
Trilha para Brekkefossen
Brekkefossen - Flam - Noruega
Brekkefossen - Flam - Noruega
Vista de FlåmCachoeira Brekkefossen

Passamos no hotel antes de seguir para a Flåmsbana, como relatamos em Cortando as montanhas norueguesas de trem na Flåmsbana.

Gostou do roteiro e das dicas? Faça suas reservas pelas caixas de pesquisa na lateral, nos links ao longo do post ou clique para reservas de hospedagem no Booking. Você não paga nada a mais por isso e nos ajuda a manter o site. Obrigado!

Thiago Carvalho

Carioca, casado, 33 anos, médico, amante da natureza e apaixonado por viagem, de Itaipava no fim de semana ao Bungee Jumping na Nova Zelândia. Volta de uma viagem com o roteiro pronto para a próxima.

22 Resultados

  1. Carla Macedo disse:

    Que localll encantador! Eu estou apaixonada pela Cidadela. Gentewwwwwww e essa sequência Viking Plank? Tô salivando, quero já! As cervejas também, me deixaram muito curiosa quanto ao sabor. Há tempos quero conhecer a Noruega e o post de vocês apimentou muito mais a minha vontade. Parabéns pelo post tão completo!

  2. Danielle disse:

    Um dos mais famosos fiordes do mundo, acredito eu.. :-).. montei um pacote para alguns clientes visitarem a cidade através de um passeio de transatlântico: há alguns que fazem essa rota. Adorei as suas dicas da cidade e já vou indicar o seu link para eles.

  3. Tiago disse:

    Como sempre um post bem completo, tenho vontade de conhecer a noruega e vou descobrindo os lugares acompanhando a viagem de vcs. Experiência incrível!

  4. Andréa Azevedo disse:

    Eu não conheço quase nada sobre a Noruega e estou adorando a sequencia de posts! Adoraria conhecer um fiorde!

  5. livia disse:

    Nossa, nunca tinha ouvido falar em Flam, que lugar sensacional! Tem montanha, cachoeira, neve, verde, lago, tudo junto… Perfeito!! Fora o charme da cidadezinha né?? Amei o post e as fotos estão lindas! 😀

  6. Glaucia disse:

    Nossa!! Eu nunca tinha ouvido desse lugar… e olha que estou louca pra ir à Noruega. Amei o post.

  7. Suzy Freitas disse:

    Incrível ver o potencial turístico de países como a Noruega! Essa região dos fiordes é realmente maravilhosa e visitar uma vila, como Flam, com apenas 350 habitantes, me deixa com a ideia de que vocês exploraram o Pais em seus locais mais remotos. Parabéns pelo roteiro!

  8. Renata Telles disse:

    Que demais descobrir novos destinos com vcs! Nunca tinha ouvido falar nessa cidade e amei as dicas. É fácil se comunicar lá? Falando em inglês eu consigo me virar sozinha? Fiquei bem curiosa para fazer essa trip, mas eu iria sozinha!

    • Oi Renata, muito obrigada!
      Não há qualquer dificuldade de comunicação se você falar inglês. Absolutamente todos falam, não sendo sequer necessário perguntar se aquela pessoa específica fala!
      Pode ir sozinha que não vai ter dificuldade alguma.
      Qualquer dúvida que tenha, não deixe de entrar em contato conosco.

  9. Leonardo disse:

    Por menor que seja, com certeza Flam vale uma visita, que paisagem de tirar o fôlego! E, como vc disse, pernoitar para curtir a paz do local.

  10. Aline Laudelina Pires disse:

    Flam, que lugar mais encantador e com nome fofo de falar! Parece ter saído de um livro de contos de princesas. Adorei descobrir Flam com você 😉

  11. Fla disse:

    Vou para Flåm amanha e adorei descobrir as dicas de vcs! Parabéns pelo excelente trabalho:)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Alerta: Conteúdo Protegido!