Conhecendo a pequena São Lourenço e suas águas minerais

Com uma população próxima a 50 mil habitantes, São Lourenço é uma pequena e charmosa cidade do interior de Minas Gerais, na região da Serra da Mantiqueira, conhecida por ser uma das principais estâncias hidrominerais do Brasil.

Qual a melhor época para ir em São Lourenço?

A cidade pode ser visitada durante o ano todo, mas recomendamos o período de maior seca, entre abril e setembro, quando as chances de chuvas são mais escassas e a temperatura mais amena durante o dia (máxima média de 25ºC), com possibilidade até de um frio mais intenso à noite (próximo de 10ºC), sobretudo entre junho e agosto. Vale ressaltar que as atrações são ao ar livre e, portanto, a chuva pode prejudicar o passeio.

Quanto tempo ficar em São Lourenço?

As principais atrações da cidade são facilmente percorridas a pé em um dia. Contudo, se São Lourenço se configurar apenas em uma parada de uma viagem pela região e não for fazer os passeios pelos arredores, recomendamos um dia inteiro antes de seguir para o próximo destino. Como a cidade não é muito próxima a nenhum grande centro, se for seu único destino, recomendamos dois dias inteiros (ou um final de semana) para aproveitar os atrativos e relaxar.

Como chegar em São Lourenço?

Embora São Lourenço esteja em Minas Gerais, os aeroportos que recebem voos de todo o país mais próximos são os das cidades de Rio de Janeiro e São Paulo, de onde é possível alugar um carro ou ir até a rodoviária para embarcar em um ônibus até a cidade.

  • Carro: nossa principal sugestão, sobretudo pela longa distância.
    • De Belo Horizonte: BR-381 até logo após Três Corações e, então, MG-383 e BR-460 até São Lourenço (400 km).
    • Do Rio de Janeiro: BR-116 (Dutra) até logo após Itatiaia e, então, BR-354 e BR-460 até São Lourenço (294 km).
    • De São Paulo: BR-116 (Dutra) até logo após Cachoeira Paulista e, então, SP-052, BR-354 e BR-460 até São Lourenço (304 km).
  • Ônibus: existem ônibus que saem do Rio de Janeiro, São Paulo e Belo Horizonte com destino São Lourenço.

Onde ficar em São Lourenço?

Como descrevemos, o centro é bem compacto e as atrações podem ser facilmente percorridas a pé. Portanto, é possível se hospedar no centro – nossa recomendação é no entorno do Parque das Águas – ou em uma região mais distante se preferir curtir também o hotel para descansar. Como estávamos com nosso filho de 2 anos na ocasião, e ainda vivíamos o período de isolamento social com diversas restrições, optamos por um chalé com cozinha compacta em uma área mais afastada, mas a apenas 5 minutos de carro do centro: Pousada Vila Chico. O atendimento foi excepcional, o café da manhã era simples, mas muito gostoso e as áreas comuns muito amplas e agradáveis. Adoramos!

A cidade possui várias outras opções de hotéis (veja todos aqui). No centro, recomendamos o Grand Ville Hotel e o Hotel Central Parque. Mais distantes do centro, sugerimos ainda a Pousada Le Sapê.

O que fazer? Roteiro Diário!

A primeira parada na cidade é o pórtico, com características que lembram o de cidades como Campos do Jordão ou Gramado.

Portico - Sao Lourenco
Pórtico de São Lourenço

Comece a visita pela Paróquia São Lourenço Mártir (Praça Frei Egídio 2), também conhecida como Basílica Menor ou Igreja Matriz. Construída em meados do século XX, possui uma arquitetura predominantemente barroca, com belas pinturas e vitrais no interior.

Igreja Matriz - Sao Lourenco
Paróquia São Lourenço Mártir
Igreja Matriz - Sao Lourenco
Paróquia São Lourenço Mártir – Interior
Igreja Matriz - Sao Lourenco
Paróquia São Lourenço Mártir – Interior

Continue a pé pela Av. Dom Pedro II, uma das principais ruas comerciais da cidade, e vire à direita na Rua Wenceslau Braz, também conhecida como “Calçadão“, que reúne diversos bares, cafés e restaurantes. Infelizmente, como visitamos logo após o início da abertura da cidade ao turismo, muitos estabelecimentos estavam fechados e não foi possível vivenciar tudo que lemos sobre o local, que fervilha nos finais de semana e no inverno.

Sao Lourenco
Av. Dom Pedro II
Calcadao - Sao Lourenco
Calçadão (Rua Wenceslau Braz)

Atravesse a Av. Comendador Costa para uma caminhada por um dos pontos mais nobres da cidade, uma larga rua de pedestres ao lado do Parque das Águas.

Calcadao - Sao Lourenco
Av. Comendador (direita) e Parque das Águas (esquerda)

A entrada para o Parque das Águas, principal atração da cidade, está logo à esquerda. As fontes foram descobertas no final do século XIX e a comercialização da água gasosa da Fonte Oriente pela recém-fundada Companhia das Águas de São Lourenço teve início em 1890. Com mais de 400 mil metros é um imenso complexo perfeito para caminhadas, relaxamento, prática de esportes ao ar livre e, é claro, degustação de diferentes tipos de água mineral oriundos de 9 fontes distintas. O ingresso permite a entrada duas vezes no mesmo dia, o que é perfeito se desejar visitar outros pontos turísticos ou fazer uma refeição fora do parque.

  • Parque das Aguas - Sao Lourenco
    Entrada do Parque das Águas
  • Parque das Aguas - Sao Lourenco
    Uma das 9 fontes de água mineral
  • Parque das Aguas - Sao Lourenco
    Enchendo a garrafa na fonte!
  • Parque das Aguas - Sao Lourenco
    Jardins
  • Parque das Aguas - Sao Lourenco
    Lago com Av. Comendador Costa ao fundo
  • Parque das Aguas - Sao Lourenco
    Lago
  • Parque das Aguas - Sao Lourenco
    Lago
  • Parque das Aguas - Sao Lourenco
    Um dos locais para contemplar a natureza

Além da fonte Oriente, a visita à Fonte Vichy é imperdível, pois seu nome faz alusão à água com as mesmas propriedades obtidas em fonte na cidade homônima na França e utilizada em produtos estéticos.

Parque das Aguas - Sao Lourenco
Fonte Vichy

Outro ponto de destaque no parque é a Ermida Bom Jesus do Monte, primeira capela da cidade, concluída em 1903. Infelizmente estava fechada durante nossa visita.

Parque das Aguas - Sao Lourenco
Entrada da Ermida

Ao sair do parque, vire à direita e siga até a Rua Dr. Saturnino da Veiga que corta o Parque das Águas e o divide em I e II, interligados por uma passagem subterrânea. Duas feiras de artesanato – a Feirart e a Aldeia Verde – fazem valer o desvio!

Feirart - Sao Lourenco
Feirart
Aldeia Vila Verde - Sao Lourenco
Aldeia Vila Verde

Termine as atrações do dia na Estação Ferroviária de São Lourenço (Rua Heitor Modesto 615). Inaugurada em 1884, funcionou por mais de 100 anos no transporte de pessoas e de carga até ter suas atividades encerradas no início da década de 1990. No entanto, desde os anos 2000 o passeio turístico chamado Trem das Águas, muito semelhante ao proposto em Bento Gonçalves e Tiradentes, parte nos finais de semana. Quando estivemos estava suspenso. Vale ressaltar que as opiniões são bem divergentes quanto ao passeio!

Estacao de Trem - Sao Lourenco
Estação Ferroviária
Estacao de Trem - Sao Lourenco
Locomotiva Manuela

Três passeios são alternativas para os turistas que planejam uma visita prolongada na região:

  • Passeio de Balão: com saídas nos finais de semana e feriados, tem duração de aproximadamente 1 hora e permite contemplar toda a região de cima.
  • Rota do Café: a região é famosa pela qualidade do café produzido, considerado um dos melhores do mundo. Existem diferentes opções de passeio, com duração entre 4 e 8 horas, podendo, inclusive, incluir o passeio de balão.
  • Visita à cidade de Caxumbu: localizada a 28km (30 minutos) pela BR-383 faz parte do Circuito das Águas.

Gostou do roteiro e das dicas? Faça suas reservas pelas caixas de pesquisa na lateral, nos links ao longo do post ou clique para reservas de hospedagem no Booking. Você não paga nada a mais por isso e nos ajuda a manter o site. Obrigado!

Thiago Carvalho

Carioca, casado, 33 anos, médico, amante da natureza e apaixonado por viagem, de Itaipava no fim de semana ao Bungee Jumping na Nova Zelândia. Volta de uma viagem com o roteiro pronto para a próxima.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Alerta: Conteúdo Protegido!