Um dia em Valle Nevado

Conforme explicado no post sobre Santiago, um dos passeios mais cobiçados por brasileiros a partir da capital chilena é a visita ao Valle Nevado – uma estação de ski privada localizada a aproximadamente 1h30 do centro.

Como chegar no Valle Nevado?

A estrada é muito sinuosa e sujeita à neve (=pneus com correntes!). Portanto, não recomendamos a viagem em carro alugado. As opções são: contratar um passeio ou um transfer.

Valle Nevado - Santiago - Chile
Subida
Valle Nevado - Santiago - Chile
Descida

Qual a melhor época para ir ao Valle Nevado?

Informe-se sempre sobre as condições de neve na estação antes da subida, sobretudo se estiver indo fora do período de julho a setembro. O charme, mesmo para os que não irão esquiar, é curtir a paisagem nevada e, assim, não vale perder um dia de Santiago apenas pelo visual sem neve. Existem outros passeios melhores. Além disso, fuja dos feriados e finais de semana – a região fica muito lotada, com longos congestionamentos e filas para entrada e deslocamento na estação.

O Passeio

Valle Nevado é belíssimo com alguns bons restaurantes (caros!) e uma lanchonete, além de paisagens sensacionais – para quem nunca viu neve, é uma ótima oportunidade. Mesmo para os que jamais praticaram qualquer esporte, existem aulas e aluguéis dos equipamentos (pagos à parte!). Já para os amantes do ski ou snowboard, uma alternativa é se hospedar na estação, embora as diárias sejam elevadas.

Valle Nevado - Santiago - Chile
Valle Nevado - Santiago - Chile
Valle Nevado - Santiago - Chile
Valle Nevado - Santiago - Chile
Valle Nevado - Santiago - Chile
Valle Nevado - Santiago - Chile
Valle Nevado - Santiago - Chile
Valle Nevado - Santiago - Chile
“Snow” – nosso boneco de neve

Chegamos em Santiago próximo das 18h.

Quais são as alternativas ao Valle Nevado?

Se você não deseja praticar nem ski nem snowboard, apenas se divertir na neve, talvez a escolha de Farellones (mais perto, a 1h de Santiago) seja uma opção melhor. As pistas são inferiores, mas existem várias atrações como tirolesa, tubing, teleférico aberto, trenós, bicicletas etc. Algumas agências de turismo vendem o passeio passando pelos dois. Se for apenas para uma visitação pode ser uma alternativa, mas se deseja fazer qualquer atividade, provavelmente o tempo será justo e, portanto, pode ser melhor escolher um deles.

Outra alternativa se busca paisagens belíssimas é o Cajon del Maipo, distante pouco mais de 100 km da capital. Bem conhecida pela população de Santiago, vem ganhando fama exponencial entre os turistas. Como o foco não é ski, pode valer a pena fugir da alta temporada para custos menores, estradas mais vazias e mais seguras.

Gostou do roteiro e das dicas? Faça suas reservas pelas caixas de pesquisa na lateral, nos links ao longo do post ou clique para reservas de hospedagem no Booking. Você não paga nada a mais por isso e nos ajuda a manter o site. Obrigado!

Silvia Carvalho

Carioca, casada, 32 anos, médica, sempre com uma máquina fotográfica na bolsa, apaixonada por viajar e degustar as comidas típicas locais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Alerta: Conteúdo Protegido!