Cork & Kilkenny: Um passeio por igrejas e castelos medievais

Conforme explicado no post sobre o Interior da Irlanda, após um dia maravilhoso passando por Killarney, Ring of Kerry, Kinsale e Blarney Castle (veja aqui), chegamos na linda cidade de Cork, com uma população de mais de 120 mil habitantes, a segunda maior da Irlanda.

Como chegar em Cork?
Se estiver de carro pelo interior da Irlanda, o mais comum será chegar de Killarney, tendo passado pelo Ring of Kerry, conforme descrevemos aqui. No entanto, se vier de Dublin, a viagem dura cerca de 2h40 pela M7/M8 (260km) de carro ou 2h30 de trem.

Onde se hospedar em Cork?
Existem várias opções de hotel (veja todos aqui). Ficamos no Jury’s Inn. Essa cadeia é famosa na Irlanda e super recomendamos. Possui um excelente custo-benefício, com quartos confortáveis, ótimo atendimento e localização! Não tinha estacionamento, mas tem um edifício garagem bem próximo ou é possível parar na rua! Outras sugestões, também centrais: Clayton Hotel & Health ClubLancaster LodgeThe River Lee Hotel e Hotel Isaacs.

Deixamos as malas no hotel e seguimos para o excelente e descolado Market Lane. A comida estava fabulosa e o atendimento foi ótimo!

Restaurante - Cork - Irlanda

No dia seguinte, acordamos cedo para conhecer os principais atrativos de Cork. Cruzamos o rio Lee para visitar a famosa igreja anglicana Shandon Bells Tower & St Anne’s Church, construída em 1722. A torre possui 50 metros de altura e seus sinos e relógio encantam até hoje.

Shandon Tower - Cork - Irlanda

Alguns quarteirões adiante está localizada a bela catedral católica St Mary e St Anne’s Cathedral, construída em 1808 e reformulada no século XX.

St Anne Church - Cork - Irlanda

Cruzamos novamente a ponte em direção a Prince St, para passar no English Market, um mercado coberto do século XVIII que vende alimentos dos produtores regionais.

River Lee - Cork - IrlandaRio Lee

English Market - Cork - IrlandaEnglish Market

A cidade de Cork é uma graça, repleta de construções antigas e com seu centro dividido por uma ilha cortada pelo rio formando canais que nos fizeram lembrar de cidades como Amsterdam e Bruges.

Cork - Irlanda

Cork - Irlanda

No fim da Prince St, cruzamos a ponte e seguimos pela Sullivan’s Quay até a majestosa St Fin Barre’s Cathedral., concluída em 1879, seguindo o estilo francês. Vale ressaltar que desde o século VII existiram igrejas voltadas à adoração de St Finbarr! Uma pena que estava fechada!

St Finn Barre - Cork - Irlanda

St Finn Barre - Cork - Irlanda

Retornamos pelo mesmo caminho com destino à linda Holy Trinity Church. Construída em estilo gótico, essa igreja católica foi concluída em 1725, mas sofreu inúmeras modificações no século XIX.

Holy Trinity Church - Cork - Irlanda

Cruzamos novamente o rio para a última parada: Cork City Hall (Prefeitura). Essa bela construção foi concluída em 1936 em substituição à antiga, destruída em 1922 durante os conflitos que culminaram na independência da Irlanda.

City Hall - Cork - Irlanda

Como dissemos no outro post, se tiver mais tempo será possível desfrutar melhor dessa agradável cidade, sobretudo de parques como o Fitzgerald Park. No entanto, infelizmente não foi nosso caso e seguimos para Kilkenny pela estrada acessória (N25) antes de interceptar a M8, aumentando em 20 minutos o deslocamento, mas passando por paisagens mais bonitas.

Como chegar em Kilkenny vindo de Dublin?
A viagem dura cerca de 1h30 pela M9 (130km) de carro ou 1h30 de trem.

Onde se hospedar em Kilkenny?
Existem algumas opções de hotéis (veja todos aqui). Não ficamos hospedados na cidade, mas sugerimos o Pembroke Hotel, o Langton House Hotel, o Butler HouseHibernian Hotel.

Kilkenny certamente foi a cidade mais medieval que visitamos em toda a Irlanda, com muitas construções do século XII. Estacionamos o carro no centro e fomos para o Kilkenny Castle. Com a construção iniciada em 1195, foi uma importante fortificação para controle de diversas rotas, inclusive pelo rio Nore. Aproveite para caminhar ou relaxar pelo imenso jardim!

Castle - Kilkenny - Irlanda

Castle - Kilkenny - Irlanda

Castle - Kilkenny - Irlanda

Cruze o River Nore e continue até a St. John’s Church, uma trabalhada igreja presbiteriana em estilo gótico concluída em 1906.

St John Church - Kilkenny - Irlanda

Retorne e vire à direita na famosa High St, seguindo até o final para visitar a espetacular e histórica St. Canice Cathedral. Também conhecida como Catedral de Kilkenny, essa igreja protestante foi construída no século XII e é a segunda maior catedral da Irlanda, atrás apenas da St. Patrick, em Dublin.

St Canice Cathedral - Kilkenny - Irlanda

St Canice Cathedral - Kilkenny - Irlanda

Continue pela Dean St e, em seguida, dirija-se até uma estreita rua onde encontrará outra igreja medieval, a Black Abbey. Essa abadia católica foi construída em 1225!

Black Abbey - Kilkenny - Irlanda

Vire na Black Mill St para a última parada: a St. Mary’s Cathedral. Concluída em 1857, essa catedral católica é mais um exemplo de bela construção gótica, mantendo o tom acinzentado de Kilkenny.

St Mary Cathedral - Kilkenny - Irlanda

St Mary Cathedral - Kilkenny - Irlanda

Antes de pegar a estrada novamente para Dublin, tomamos um café no centro e apreciamos um pouco mais a arquitetura dessa linda cidade.

Kilkenny - Irlanda

Chegamos por volta de 19h em Dublin, completando 280km nesse terceiro dia pelo interior da Irlanda em meio a duas fantásticas cidades! Se pudéssemos fazer uma sugestão, recomendaríamos um dia para cada uma dessas duas cidades, para desfrutar não apenas dos pontos turísticos.

Gostou do roteiro e das dicas? Faça suas reservas pelas caixas de pesquisa na lateral, nos links ao longo do post ou clique para reservas de hospedagem no Booking ou aluguel de carros no RentalCars. Você não paga nada a mais por isso e nos ajuda a manter o site. Obrigado!


Precisa de orientação para montar um roteiro inesquecível pela Irlanda? Quer ajuda em reservas de hotéis, aluguel de carros, passagens de avião, ônibus ou trem? Quer montar um roteiro 100% personalizado e tornar sua viagem inesquecível? Visite nossa página de Roteiros Personalizados ou deixe sua mensagem abaixo.

Gostou do post? Compartilhe!

Silvia Carvalho

Carioca, casada, 29 anos, médica, sempre com uma máquina fotográfica na bolsa, apaixonada por viajar e degustar as comidas típicas locais.

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Reprodução ou cópia não autorizada!