Maceió: Um roteiro de 5 a 10 dias pela cidade e praias do litoral sul e norte

Maceio - Alagoas

Conforme explicamos no post de AlagoasMaceió é sua capital e cidade mais populosa, com mais de 1 milhão de habitantes, sendo a principal base para conhecer o estado. Fundada em 5 de dezembro de 1815, é conhecida como o caribe brasileiro pelas praias de águas cristalinas. Contudo, assim como as demais capitais brasileiras, vive um período de maior violência, sendo recomendada atenção nos deslocamentos, sobretudo à noite e em regiões menos turísticas.

Qual a melhor época para ir em Maceió?

clima de Maceió é tropical quente e úmido no litoral, com um interior bem mais seco. Logo, faz calor o ano inteiro, mas entre março e agosto as chuvas são comuns, o que pode prejudicar a visita às praias. Portanto, recomendamos viajar entre setembro e fevereiro, quando as chuvas são mais escassas.

Quanto tempo ficar em Maceió?

O tempo mínimo recomendado para visitar as principais praias urbanas, centro histórico e praias do litoral norte e sul é de 5 dias. No entanto, é possível esticar para até sete dias se desejar permanecer um dia inteiro em cada praia dos diferentes destinos.

Como chegar em Maceió?

A maior parte dos viajantes chega em Alagoas de avião pelo Aeroporto Internacional de Maceió, localizado a 25 km da orla de Maceió. As principais companhias aéreas brasileiras possuem voos diretos das capitais brasileiras para a capital alagoana. As melhores alternativas para o deslocamento do aeroporto para o centro são: carro alugado, transfer ou táxi.

Se estiver de viagem pelo Nordeste, pode também chegar de carro a partir de Pernambuco (260 km de Recife) ou Sergipe (280 km de Aracaju).

Como fazer os passeios?

Existem basicamente duas alternativas:

  • Excursões: contratar passeios nas agências locais, que possuem saídas diárias para quase todos os passeios tanto para o litoral norte como sul. O custo não costuma ser elevado, mas é importante pesquisar, pois os preços variam (e muito!) entre as empresas!
  • Carro: sem dúvida é a mais recomendada. Com estradas bem conservadas e sinalizadas, tanto para o litoral norte como sul, é a opção que garante maior flexibilidade e menor custo, uma vez que permite combinar passeios no mesmo dia e permanecer o tempo que desejar em cada uma das atrações.

Onde comer em Maceió?

Em nossos dias pela cidade, tivemos a oportunidade de experimentar alguns excelentes restaurantes e criamos um post com as fotos dos pratos e sugestões. Veja em “Onde Comer em Maceió?“.

Onde Comer - Maceio - Alagoas

Onde ficar em Maceió?

Existem inúmeros hotéis na cidade (veja todos aqui), mas recomendamos ficar na orla (ou nas paralelas e transversais!) entre a Feira de Artesanato da Pajuçara e a curva de Ponta Verde, onde existe um grande movimento de turistas e moradores locais, garantindo maior segurança, mesmo à noite.

Ficamos hospedados no Hotel Meridiano, na orla da Pajuçara, um pouco antes da Feira de Artesanato. A infraestrutura do hotel é fantástica, com quartos amplos, modernos e confortáveis, uma excelente área de lazer e ótima garagem. No entanto, o atendimento foi péssimo e o café da manhã ficou muito aquém do esperado, sobretudo para um hotel desse padrão (cinco estrelas).

Meridiano - Maceio - Alagoas
Área de lazer

Outras sugestões são: os cinco estrelas Best Western Premier e Ritz Lagoa da Anta Hotel & SPA (bem mais distante), os quatro estrelas Hotel Brisa Tower (mais distante), Tropicalis Palms, Mar Hotel e San Marino Suite Hotel ou três estrelas Ritz Coralli HotelHoliday Inn ExpressHotel CostamarTropicalis Slim e Amenit Hotel.

O que fazer? Roteiro Diário!

Chegamos em Maceió à noite, após termos visitado o sul do estado e passamos mais quatro dias completos na cidade e um a caminho de Maragogi pelo litoral norte. Portanto, sugerimos um roteiro de cinco dias para conhecer as praias urbanas, centro histórico, litoral norte e sul. Clique nos links ao lado das fotos para a descrição completa do roteiro de cada dia.:

Centro Historico - Maceio - Alagoas
Dia 1: Centro histórico e às praias urbanas (Pajuçara, Ponta Verde e Jatiúca)
Gunga - Maceio - Alagoas
Dias 2 e 3: Litoral Sul – Dunas de Marapé & Praia do Francês / Praia do Gunga & Barra de São Miguel
Carro Quebrado - Maceio - Alagoas
Dias 4 e 5: Litoral Norte – Ipioca, Pratagy & Sereia / Paripueira & Carro Quebrado

Tem mais tempo e deseja fazer outros passeios pelo estado? Veja abaixo algumas sugestões:

Sao Miguel dos Milagres - Alagoas
Dia 6: São Miguel dos Milagres: o paraíso é aqui!
Maragogi - Alagoas
Dia 7: Um dia nas piscinas naturais de Maragogi
Foz do Sao Francisco - Alagoas
Dia 8: Foz do São Francisco e a histórica cidade de Penedo em um dia
Piranhas - Alagoas
Dias 9 e 10: Cânions do rio São Francisco, Rota do Cangaço e Piranhas

Gostou do roteiro e das dicas? Faça suas reservas pelas caixas de pesquisa na lateral, nos links ao longo do post ou clique para reservas de hospedagem no Booking. Você não paga nada a mais por isso e nos ajuda a manter o site. Obrigado!

Silvia Carvalho

Carioca, casada, 32 anos, médica, sempre com uma máquina fotográfica na bolsa, apaixonada por viajar e degustar as comidas típicas locais.

20 Resultados

  1. tikdeviagem disse:

    QUE MÁXIMO! Fiquei no mesmo hotel que vocês, é maravilhoso né?! eu adorei! Não fui à Maceió em uma boa época, fui em junho e só choveu, aproveitei 1 dia de sol só, depois só praia com tempo nublado.

  2. Que post maravilhosoooo!
    E sabe o que é mais legal? Quem quando estivemos em Maceió nós fizemos exatamente esse roteiro. Inclusive a parte de Piranhas e os Cânions do São Francisco.
    Amamos Maceió! Não perde em nada para as praias do Caribe.
    Né?
    Bjos

  3. Nunca fui à Maceió, adorei as dicas, bem completinho o roteiro… Super útil para a próxima trip! 😀

  4. Só fiquei com ainda mais vontade de conhecer Maceio!
    Conheço tão pouco o nordeste!!
    Valeu pelas dicas, lembrarei do seu roteiro e consultarei novamente quando for…
    Abraço

  5. viajei_compartilhei disse:

    Muito legal. Não conheço Maceió, aguardando os próximos posts. Grande abraço.

  6. Maceió é lindeza, né? Achei bem completo o post e fiquei encantada com a área de lazer do hotel. Pena que vocês não tiveram uma boa experiencia com o serviço e o café (que pra mim tem peso 2 na avaliação, rs). Gosto quando encontramo opiniões sinceras e críticas. Traz confiança. 🙂

  7. Gostei da sugestão de roteiro de vocês! Bem dividido e sem corre-corre. Uma pena apenas esse lance do atendimento do hotel… parece ser um hotel tão maneiro, né? Espero que eles melhorem! Parabéns pelo post!

  8. Trip A Doiss disse:

    Adoramos Maceió, estivemos em 2014 ficamos 8 dias porém fizemos os passeios clássicos da cidade. Queremos retornar em breve e explorar mais.
    Adoramos as dicas !!
    Ai, que saudades do céu, do sal, do sol de Maceió …

  9. Fabrício Eduardo disse:

    Boa tarde!
    Estou planejando 10 dias das minhas férias em Alagoas, sendo 3 deles em Maragogi. Com exceção do Salinas de Maragogi, não reservei nada de acomodação e nem comprei qualquer passeio. Gostaria de saber qual a sugestão em termos de acomodação para os demais 7 dias. Deveria dormir sempre próximo ao destino ou é mais viável ficar em uma única base e comprar passeios saindo do hotel todos os dias?
    Obrigado pela atenção

    • Boa noite Fabricio Eduardo,
      Depende bastante se desejam ou não conhecer o litoral sul e o interior – Piranhas – do estado.
      Caso optem por ficar apenas pelo litoral, nossa sugestão é se hospedar 3 dias em São Miguel dos Milagres e o restante em Maceió, fazendo passeios a partir da cidade, sobretudo se estiverem de carro.
      Qualquer dúvida seguimos à disposição.

  10. Paulo Roberto Ribeiro disse:

    Olá, boa tarde !! De longe, o melhor roteiro que eu consegui pesquisar na internet. Algumas dúvidas: pretendo ir para maceio em abr´18, compensa ir nessa época? Para seguir o roteiro de 10 dias que vocês fizeram, compensa alugar carro.
    Desde já agradeço.
    Abs,
    Paulo.

    • Boa noite Paulo.
      Antes de tudo agradecemos de coração pela mensagem! Ficamos felizes que tenha gostado da sugestão de roteiro.
      Certamente é necessário um carro, não apenas para reduzir os custos, mas permitir flexibilidade suficiente para encaixar alguns deslocamentos e passeios! Quanto à época, abril é um mês com maior chance de chuvas. Portanto, se puder antecipar a viagem, os riscos cairão substancialmente.
      Esperamos tê-lo ajudado e ficamos à disposição para qualquer outra dúvida.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Alerta: Conteúdo Protegido!