Voltando no tempo pelas ruas e igrejas dentro das muralhas de York

Conforme explicado no post sobre a Inglaterra, na viagem entre Stirling, na Escócia, e os castelos no País de Gales, destinamos um dia e meio para passar pelo famoso Lake District (Distrito dos Lagos) e a medieval York, na confluência dos rios Ouse e Foss.

Com uma população de mais de 200 mil habitantes, York foi fundada pelos romanos no ano de 71 a.C., tornando-se capital da província. Ao longo dos mais de 2 mil anos de existência, ocupou importante papel religioso (capital eclesiástica norte da Igreja da Inglaterra) e têxtil (lã) e, desde o século XIX, na indústria ferroviária. Atualmente, os serviços de saúde, educacional (Universidade de York) e turismo têm assumido esse espaço. Um dos fatos mais incríveis  sobre a cidade é sua muralha que começou a ser construída durante o domínio romano, sendo expandida ao longo dos séculos seguintes e com uma conservação impecável!

Qual a melhor época para visitar York?
Assim como grande parte da Inglaterra, a cidade possui um inverno com temperaturas médias entre 1ºC e 7ºC e um verão ameno (média entre 12ºC e 22ºC), com chuvas distribuídas igualmente durante todo o ano. Portanto, considere ir entre maio e setembro, quando as temperaturas são mais amenas e os dias mais longos. Fomos em março de 2015 e felizmente pegamos temperaturas ótimas!

Quanto tempo ficar em York?
O centro histórico não é muito grande e pode ser facilmente percorrido a pé, com muitas áreas restritas a pedestres. O tempo mínimo que recomendamos é de um dia inteiro, suficiente para conhecer as principais atrações. Por isso, é possível fazer um bate e volta a partir de Londres ou Edimburgo.

Como chegar em York?
Existem duas opções:

  • Carro (alugue aqui): ótima opção se estiver viajando pelo interior dos países! A única dificuldade é a mão inglesa, sobretudo no início, mas nada que impossibilite. Alugamos o carro no aeroporto de Edimburgo para fazer a viagem por toda a Grã-Bretanha.
    • De Londres: 320 km de distância pela A1 ou M11/A1.
    • De Edimburgo: 340 km de distância pela A1 (pela costa) ou A74 (pelo interior, próximo ao Lake District).
  • Trem: se não for visitar outros destinos pelo interior é a melhor escolha, pois é mais rápida e permite o esquema de bate e volta. São apenas 2h30 de Edimburgo e 2h de Londres.

Onde se hospedar em York?
Existem algumas opções de hospedagem na cidade(veja todas aqui). Ficamos hospedados no Best Western Monkbar Hotel, bem próximo a uma das principais entradas do centro histórico e com um estacionamento público (pago) a 2 minutos a pé. Os quartos estavam sendo reformados e ficamos na ala nova – excelente!

Outras opções são: The Churchill Hotel e Marmadukes Town House. Próximos à estação de trem, sugerimos os luxuosos The Grand Hotel & Spa e o The Principal e os três estrelas Hotel Hamptom by Hilton e Park Inn by Radisson.

No entanto, se possível, sugerimos ficar bem no centro. Recomendamos o Dean Court Hotel, o Guy Fawkes Inn, o Judges Lodging, o Lamb and Lion Inn, o Minster Walk, o Airden House e o The Minster Hotel.

O Roteiro
Após a rápida visita a Stirling (veja aqui), percorremos pouco mais de 400 km em direção a York, desviando pela belíssima região do Lake District, uma famosa área montanhosa cheia de florestas e lagos, muito procurada pelos ingleses nas férias e feriados. Infelizmente um temporal caiu e não foi possível descer do carro para que fizéssemos algumas caminhadas que havíamos programado, mas mesmo assim valeu o desvio!

Lake District - InglaterraLake District

Lake District - InglaterraLake District

Lake District - InglaterraTemporal

Chegada - York - InglaterraCidade próxima a York

Chegamos em York no meio da tarde, mais cedo do que o previsto e a tempo de uma rápida volta pela cidade, antes de sentarmos para jantar. O centro histórico é bem compacto e pode ser facilmente percorrido em pouco tempo. Comece pelas muralhas da cidade, construídas ao longo dos últimos 2 mil anos. Não deixe de contemplá-las também de cima, garantindo uma bela vista da cidade. Entramos pelo Monkgate, o mais alto e elaborado dos quatro portões da cidade, que ficava bem próximo ao nosso hotel.

Wall - York - InglaterraLado externo das muralhas

Wall - York - InglaterraFortificação na muralha

Wall - York - InglaterraAndando pelas muralhas – Monkgate de lado

Wall - York - InglaterraAndando pelas muralhas

A poucos passos estará a York Minster, imponente catedral da cidade. A primeira igreja no local data de 627, passando por muitas alterações em decorrência da destruição por catástrofes e guerras, até assumir o estilo gótico no século XII, sendo concluída apenas 200 anos depois. Não deixe de observar, no fundos, a estátua ao Imperador Constantino, romano coroado na cidade no ano de 306.

Minster - York - InglaterraFrente da York Minster

Minster - York - InglaterraFundos da York Minster

Minster - York - InglaterraInterior da York Minster – detalhe do trabalho nos vitrais e parede

Minster - York - InglaterraInterior da York Minster – detalhe das colunas, arcos e vitrais

Minster - York - InglaterraInterior da York Minster – detalhe no trabalho das estátuas e os dourados

Constantino - York - InglaterraEstátua do Imperador Constantino

Continue em direção à Clifford Tower, principal torre remanescente original do Castelo de York. No caminho, passe pela The Shambles, uma estreita e ainda mais medieval rua, famosa por construções que datam do século XIV e rapidamente reconhecível pelos fãs do Harry Potter – como eu! – por ter sido um dos locais usados nas filmagens. É considerada uma das ruas mais antigas e preservadas da Europa.

Shambles - York - Inglaterra

Shambles - York - Inglaterra

Retorne para a região mais próxima da catedral e Monkgate, desfrutando das agradáveis ruas, algumas restritas para pedestres. A caminhada é um charme!

York - InglaterraCatedral ao fundo

York - InglaterraPela cidade

York - InglaterraMonkgate ao fundo

Como não encontramos nenhum restaurante típico que nos agradasse, comemos em um convidativo italiano chamado Strada (75 Low Petergate). Pedimos um antepasto de entrada, seguido de um risoto e de uma massa, acompanhados por um vinho. Estava ótimo!

Jantar - York - Inglaterra

Jantar - York - Inglaterra

No dia seguinte, acordamos cedo para uma última volta pelo centro histórico, antes de partir em direção ao interior do País de Gales, em busca dos castelos e fortificações medievais (veja aqui).

Wall - York - InglaterraLado externo das muralhas com a catedral ao fundo

Gostou do roteiro e das dicas? Faça suas reservas pelas caixas de pesquisa na lateral, nos links ao longo do post ou clique para reservas de hospedagem no Booking ou aluguel de carros no RentalCars. Você não paga nada a mais por isso e nos ajuda a manter o site. Obrigado!


Precisa de orientação para montar um roteiro inesquecível pela Inglaterra (ou Reino Unido)? Quer ajuda em reservas de hotéis, aluguel de carros, passagens de avião, ônibus ou trem? Quer montar um roteiro 100% personalizado e tornar sua viagem inesquecível? Visite nossa página de Roteiros Personalizados ou deixe sua mensagem abaixo.

Gostou do post? Compartilhe!

Silvia Carvalho

Carioca, casada, 29 anos, médica, sempre com uma máquina fotográfica na bolsa, apaixonada por viajar e degustar as comidas típicas locais.

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Reprodução ou cópia não autorizada!