Piranhas: O transparente Vale dos Mestres e o verde exuberante dos Cânions do Xingó

Conforme explicamos no post de Piranhas, um dos passeios da região é navegar pelos Cânions do Xingó, formados pelo represamento das águas do São Francisco no processo da construção da usina hidrelétrica do Xingó, provocando a subida do nível do rio (em quase 100 metros) com alagamento das margens anteriormente secas. Por esse motivo, são chamados de “cânions artificiais”!

Como contratar/fazer o passeio para os Cânions do Xingó?

O passeio pode ser contratado nas agências de turismo em Maceió, Aracaju, Piranhas, Canindé, nos hotéis da região ou diretamente no receptivo Karrancas. Recomendamos a reserva antecipada, evitando a lotação para o dia escolhido e sugerimos não fazer um bate e volta, mas permanecer pelo menos dois dias na região, para conhecer a histórica e colorida Piranhas (veja em “A colorida Piranhas, base para os Cânions do Xingó e a Rota do Cangaço“) e fazer a Rota do Cangaço (veja em “Rota do Cangaço e as rendeiras de Entremontes“).

Quais são as alternativas para o passeio e cada tempo de duração?

Existem três alternativas, todas saindo do Restaurante Karrancas, em Canindé de São Francisco (Sergipe):

  • Catamarãs: mais barato, com horário de saída fixo, geralmente no final da manhã. O passeio tem duração de 3 horas, sendo 2 horas de navegação (ida e volta) e 1 hora para mergulho.
  • Lancha: mais caro, com opção de privativo ou em pequenos grupos. Tem a vantagem da maior flexibilidade de horário, permitindo não apenas juntar os dois passeios no mesmo dia, mas estar no trecho mais famoso (a Gruta do Talhado), onde pode banhar-se no rio, sem a presença dos catamarãs e a enorme quantidade de turistas. Além disso, inclui a parada (e banho) no cristalino Vale dos Mestres.
  • Helicóptero: se preferir uma visão aérea dos cânions, existem voos fretados de helicóptero. Deve ser encantador.

Para qualquer dos passeios, é possível chegar no receptivo por meios próprios ou incluir o translado a partir do centro de Canindé ou da cidade de Piranhas. Existem também outros receptivos que oferecem passeios de lancha a custos menores, saindo de outros pontos do São Francisco. Basta seguir as placas indicativas ao longo da estrada.

Canions do Xingo - Piranhas - Alagoas
Catamarã (para 250 passageiros)
Restaurante Karrancas - Caninde - Sergipe
Restaurante Karrancas

Como chegar no Restaurante Karrancas?

Vindo de Canindé: do centro da cidade, siga pela SE-303, margeando o rio São Francisco, em direção à barragem da usina. Bem próximo, vire à esquerda e, em seguida, à direita. O trajeto é bem sinalizado.

Vindo de Piranhas: do centro da cidade, siga em direção à entrada de Piranhas e vire à esquerda na rotatória em frente ao posto de gasolina e siga por 9 km nessa estrada até o centro de Canindé.

Caninde - Sergipe
Praia de Canindé de São Francisco com usina ao fundo
Hidreletrica do Xingo - Caninde - Sergipe
Usina Hidrelétrica do Xingó

O Passeio dos Cânions do Xingó

Vimos algumas fotos do Vale dos Mestres e da área para mergulho na presença dos catamarãs e optamos por gastar mais (pouco mais do dobro) para fazer o passeio de lancha. Por sorte, éramos o único casal, o que permitiu a navegação privativa! Marcamos para 9h a fim de evitar a sobreposição do horário com o catamarã. A primeira parada é próximo à barragem da usina a poucos minutos do restaurante.

Canions do Xingo - Piranhas - Alagoas

Navegamos por 45 minutos em direção ao Vale dos Mestres, passando por belas paisagens e formações rochosas peculiares. O que mais nos impressionava era pensar em como deveria ser a região antes da subida do São Francisco, com essas formações a dezenas de metros de altura em meio a paisagens áridas.

Canions do Xingo - Piranhas - Alagoas
Um pé?
Canions do Xingo - Piranhas - Alagoas
Canions do Xingo - Piranhas - Alagoas

O Vale dos Mestres é um atrativo a parte! Com águas cristalinas e rasas, o mergulho é maravilhoso, com uma paisagem de tirar o fôlego! Uma alternativa é chegar ao vale por uma trilha, sendo necessária a contratação de um guia.

Vale dos Mestres - Canions do Sao Francisco - Piranhas - Alagoas
Chegando no Vale dos Mestres
Vale dos Mestres - Canions do Sao Francisco - Piranhas - Alagoas
Vale dos Mestres
Vale dos Mestres - Canions do Sao Francisco - Piranhas - Alagoas
Vale dos Mestres
Vale dos Mestres - Canions do Sao Francisco - Piranhas - Alagoas
Entrada do Vale dos Mestres (com a lancha!)
Vale dos Mestres - Canions do Sao Francisco - Piranhas - Alagoas
Mergulhando

Após 1 hora de muito banho e tranquilidade, retornamos para a lancha, rumo à Gruta do Talhado. No trajeto de menos de 30 minutos, não deixe de conferir a imagem de São Francisco em uma gruta no meio do rio!

Imagem de Sao Francisco - Canions do Sao Francisco - Piranhas - Alagoas

Chegamos, por fim, a uma plataforma flutuante, onde a lancha atracou. Com uma estrutura simples, é o ponto de partida para a navegação pelas lindas águas da Gruta do Talhado em uma pequena canoa. O passeio é pago (em dinheiro!) diretamente para o barqueiro. De fato, estar de lancha compensou, pois foi possível tirar fotos com tranquilidade, bem como permanecer por um tempo maior contemplando a maravilhosa paisagem!

Canions do Xingo - Piranhas - Alagoas
Pela Gruta
Canions do Xingo - Piranhas - Alagoas
Pela Gruta
Canions do Xingo - Piranhas - Alagoas
Trilha ao final da Gruta

Mergulhamos por alguns poucos minutos em uma espécie de “curral”, um cercadinho de boias. Essa parte foi decepcionante!

Canions do Xingo - Piranhas - Alagoas

Retornamos para o ponto de partida, contemplando a paz e beleza do trajeto pelo rio São Francisco, rodeado por belas montanhas e com águas de tonalidade verde ou azul, dependendo da profundidade!

Canions do Xingo - Piranhas - Alagoas
Canions do Xingo - Piranhas - Alagoas

Pela pouca variedade de opções em Piranhas, decidimos comer no próprio Karrancas. Embora muito turístico, sobretudo o buffet, pedimos a moqueca de surubim (a la carte, serve 2 pessoas) e amamos!

Restaurante Karrancas - Caninde - Sergipe

Chegamos em Piranhas por volta de 15h e fomos conhecer o centro histórico (veja em “A colorida Piranhas, base para os Cânions do Xingó e a Rota do Cangaço“).

Gostou das dicas? Faça suas reservas pelas caixas de pesquisa na lateral, nos links ao longo do post ou clique para reservas de hospedagem no Booking. Você não paga nada a mais por isso e nos ajuda a manter o site. Obrigado!

Silvia Carvalho

Carioca, casada, 32 anos, médica, sempre com uma máquina fotográfica na bolsa, apaixonada por viajar e degustar as comidas típicas locais.

4 Resultados

  1. Adorei o relato de vocês, obrigada!
    Podem me falar com quem fizeram o passeio de lancha? Quero ir mais cedo e de tarde fazer o passeio da Rota do Cangaço. Vou chegar na tarde anterior. Obrigada, karla

    • Olá Karla.
      Ficamos felizes que tenha gostado.
      Fizemos a reserva com um receptivo da cidade antes de chegarmos. Fazendo de forma individual, é possível fazer os dois no mesmo dia tranquilamente!
      Dependendo do número de pessoas, é possível escolher o horário, mas geralmente é pela manhã e cedo, antes dos catamarãs!
      Qualquer dúvida seguimos à disposição.

  2. José Luiz ( Lula ) disse:

    já fiz esse passeio muitas vezes, é maravilhoso, lugar muito lindo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Alerta: Conteúdo Protegido!