Pelas estreitas e medievais ruas de Tallinn, capital da Estônia

Conforme explicado no post sobre a Estônia, Tallinn é sua capital e maior cidade, com mais de 400 mil habitantes e o estoniano é o idioma oficial, embora a maioria da população fale inglês.

A primeira menção da cidade é do século XIII, mas dados históricos revelam assentamentos na região nos últimos 7 mil anos. No entanto, foi durante os séculos XIV e XVI que a cidade ganhou importância, pela posição estratégica no norte da Europa, fazendo parte da Liga Hanseática. Até 1944 era conhecida como Reval e atualmente ocupa papel de destaque no desenvolvimento digital, sendo sede do Centro de Defesa Cibernética da OTAN e do Agência de Tecnologia de Informação da União Europeia, um verdadeiro contraste com seu medieval e conservado centro histórico, Patrimônio da Humanidade pela UNESCO.

Qual a melhor época para visitar Tallinn?
É uma cidade com temperatura média muito baixa no inverno (2ºC negativos), poucas horas de sol e grande chance de neve. Portanto, considere ir entre maio e setembro, sobretudo julho ou agosto, quando as temperaturas são amenas (variação entre 5ºC e 15ºC em maio, junho e setembro e entre 12ºC e 22ºC em julho e agosto) e os dias bem longos, embora com maior chance de chuvas. Visitamos em agosto de 2017, quando encontramos uma cidade com temperatura agradável em ensolarados e longos dias.

Quanto tempo ficar em Tallinn?
O centro histórico é bem compacto e facilmente percorrido a pé. Recomendamos pelo menos um dia inteiro para curtir a cidade e suas estreitas e graciosas ruas medievais, mas é possível (e comum) fazer um bate e volta a partir de Helsinque ou um pernoite a partir de São Petersburgo. Chegamos de barco de Helsinque e ficamos quase dois dias inteiros na cidade, o que foi formidável para curti-la sem pressa. Essa seria nossa sugestão, sobretudo se não for entre julho e agosto!

Como chegar em Tallinn?
Existem quatro opções:

  • Avião: geralmente não é o primeiro nem o último destino dos turistas que visitam a região, mas a cidade conta com um aeroporto localizado a menos de 10 km do centro histórico, facilmente acessível por ônibus, tramway (bonde) ou táxi.
  • Ônibus: ótima (e barata) opção para aqueles que vêm de São Petersburgo em uma viagem que dura cerca de 6 horas. A empresa de ônibus estoniana Lux Express é excelente! Utilizamos entre Estônia, Letônia, Lituânia e Polônia e não nos arrependemos: os ônibus são novos, confortáveis e com um sistema multimídia semelhante ao dos aviões mais modernos.
  • Trem: existe uma opção combinando trem e ônibus para a Rússia e outra com trem direto, mas pelo custo e velocidade não existem, até o momento, grandes vantagens em relação ao deslocamento de ônibus para São Petersburgo.
  • Barco: excelente opção para os viajantes que desejam conhecer a cidade em um bate e volta a partir de Helsinque, com imensos ferries (balsas) que mais parecem pequenos transatlânticos, com várias saídas diárias (de diferentes operadoras) e tempo de travessia entre 2 e 3 horas. Foi nossa opção!

Travessia - Tallinn - EstoniaTravessia de barco pelo Golfo da Finlândia

Onde se hospedar em Tallinn?
Ficamos no Baltic Hotel Vana Wiru. O hotel foi mais simples que o esperado para um padrão quatro estrelas, embora tenha atendido ao nosso maior objetivo que era uma excelente localização. Achamos o quarto um pouco barulhento pela proximidade com um restaurante.

A cidade possui várias outras opções hotéis (veja todos aqui). Recomendamos os cinco estrelas Hotel TelegrafSt Petersbourg Hotel e Schlössle Hotel, os quatro estrelas Merchants House HotelMy City HotelCRU Hotel e os três estrelas Three Crowns ResidentsTaanilinna HotelHotel Old Town Maestro’s.

O Roteiro
Montamos um roteiro considerando o ponto de chegada mais frequente, ou seja, o bate e volta a partir de Helsinque ou durante um cruzeiro pelo Báltico, mas recomendamos dormir pelo menos uma noite na cidade!

Saia do terminal marítimo e siga 800 metros até Paks Margareeta. Essa torre, parte da muralha de Tallinn, foi construída no início do século XVI e recebeu esse apelido – “Margareth Gorda” – por ser uma das maiores fortificações ao longo da muralha, com 20 metros de altura, 25 metros de diâmetro e 5 metros de espessura. Anteriormente usada como depósito de armas e prisão, abriga atualmente o Museu Marítimo da Estônia.

 

Paks Margareeta - Tallinn - Estonia

Entre pelo pórtico e alguns passos à direita estará o Hotel Three Sisters, uma bela construção de meados do século XIV que se transformou em um hotel boutique.

Three Sisters - Tallinn - EstoniaHotel Three Sisters

No quarteirão seguinte está a Oleviste kogudus (ou Igreja de São Olavo). Construída durante o domínio pela Noruega no século XII, o principal destaque é para a belíssima vista da cidade a partir da torre da igreja. Imperdível!

St Olav Church - Tallinn - EstoniaIgreja de São Olavo

St Olav Church - Tallinn - EstoniaIgreja de São Olavo – Interior

St Olav Tower - Tallinn - EstoniaVista da Torre – Porto de Tallinn

St Olav Tower - Tallinn - EstoniaVista da Torre – Cidade Antiga (repare nas muralhas!)

Praticamente ao lado, também na rua Pikk, na esquina com a Pagari, funcionou a Prisão da KGB, aberta ao público desde o início do ano de 2017. O pequeno museu retrata, ao longo de algumas celas que abrigaram prisioneiros políticos, veteranos da guerra e cidadãos ordinários, esse período aterrorizante que marcou a história recente da Estônia durante o domínio soviético. A visita é imperdível!

KGB Prison - Tallinn - EstoniaPrédio de 1912 que abrigava a prisão no subsolo

KGB Prison - Tallinn - EstoniaCela antes do “julgamento”

KGB Prison - Tallinn - EstoniaCela de Tortura

Após esse choque de realidade, nada melhor que adoçar o final da manhã com um marzipan na adorável Marzipan Fairytale, uma loja que vende diferentes apresentações e produtos à base do açucarado e famoso doce, desde a receita original até combinações com frutas como laranja. Uma delícia! Não deixe de reparar na vitrine e no subsolo, personagens infantis ou construções feitas de marzipan.

Marzipan - Tallinn - EstoniaMarzipan Fairytale

Marzipan - Tallinn - EstoniaMarzipan de laranja e tradicional

Continue pela Pikk e encante-se com a charmosa cidade que mais parece um conto de fadas. Pequenos cafés parecem surgir do nada nas ruas de pedra rodeadas por construções mais velhas que nosso país.

Tallinn - Estonia

Um desses cafés merece mais atenção, pois é o mais antigo do país ainda em funcionamento: Café Maiasmokk (Pikk 16). Inaugurado em 1864, serve alguns doces e cafés regionais. Nossas indicações são o café e a torta Vana Tallinn, feitos com o famoso e homônimo licor local.

Maiasmokk Cafe - Tallinn - EstoniaCafé Maiasmokk

Maiasmokk Cafe - Tallinn - EstoniaCafé e Torta Vana Tallinn (superior) e Cappuccino e cheese roll (inferior)

Praticamente ao lado está a Mustpeade Maja (ou Casa da Irmandade dos Cabeças Pretas). Essa casa comprada em 1517 já foi a sede da irmandade – formada por donos de navios, marcadores e estrangeiros – constituída durante o século XIV no território hoje ocupado pela Estônia e Letônia. A pintura da porta é belíssima!

Kanuti Gildi Hoone - Tallinn - Estonia

Na rua paralela, próximo ao antigo café, está a Pühavaimu kirik (ou Igreja do Espírito Santo). Com as primeiras menções de 1319, essa igreja medieval foi a primeira a ter cultos em estoniano. Repare no belíssimo relógio na fachada!

Holy Spirit Church - Tallinn - Estonia

Vire na estreita rua transversal para chegar à Raekoja plats (ou Praça da Prefeitura), a mais famosa e importante praça da cidade. Além dos inúmeros restaurantes que circundam a torre da Prefeitura, logo à esquerda está Revali Raeapteek, uma das mais antigas farmácias ainda em funcionamento da Europa – desde o século XV!

Raekoja Plats - Tallinn - EstoniaPraça da Prefeitura

Raekoja Plats - Tallinn - EstoniaPraça da Prefeitura

Raekoja Plats - Tallinn - EstoniaPraça da Prefeitura

Revali Raeapteek - Tallinn - EstoniaFarmácia da Prefeitura

Siga pela rua Kinga para retornar à rua Pikk e suba para a parte alta da cidade, cruzando mais um pórtico dentro do sistema de defesa de Tallinn. Esse trajeto da Pikk é muito agradável, com alguns artistas de rua junto às muralhas.

Pikk - Tallinn - EstoniaSubindo a Pikk

Pikk - Tallinn - EstoniaSubindo a Pikk

No final da rua está a Catedral de Alexander Nevsky. Essa igreja em típico estilo russo foi construída no final do século XIX, quando a Estônia era parte do Império Russo. Embora belíssima, representa a opressão do povo pelos russos e, portanto, muitos estonianos não a admiram, já tendo sido aventada, inclusive, sua demolição. Um dos melhores ângulos é do Parque Lindamae, uma área verde atrás da catedral.

Alexander Nesvky Cathedral - Tallinn - EstoniaCatedral de Alexander Nevsky

Lindamae Park - Tallinn - EstoniaCatedral de Alexander Nevsky vista do Parque Lindamae

Logo ao lado está o Toompea loss (ou Castelo de Toompea). Construído no século IX como fortificação, teve inúmeras funções ao longo dos mais de mil anos de história e, atualmente, é a sede do Parlamento da Estônia em um dos palácios acrescentados durante o século XIX.

Parliament - Tallinn - Estonia

Na nossa opinião essa é uma das áreas mais bonitas para apreciar as muralhas da cidade. Aproveite para caminhar e contemplar essas construções medievais e impecavelmente preservadas que transformam Tallinn em um verdadeiro conto de fadas! Um dos destaques é o Kiek in de Kök, uma das torres de defesa da cidade construída em 1475 que atualmente abriga um museu sobre a história da cidade, além de túneis que levam à parte baixa.

Walls - Tallinn - EstoniaMuralhas de Tallinn

Tallinn - EstoniaMuralhas de Tallinn

Kiek In De Kok - Tallinn - EstoniaKiek in de Kök

Ainda na parte alta, vire na rua Toom-Kooli para conhecer a Toomkirik (ou Catedral de Santa Maria). Construída no século XIII, é a mais antiga igreja da cidade e a única construção da cidade alta a sobreviver ao incêndio do século XVII

St Mary Cathedral - Tallinn - EstoniaCatedral de Santa Maria – Exterior

St Mary Cathedral - Tallinn - EstoniaCatedral de Santa Maria – Interior

Mais dois pontos da cidade alta merecem destaque: os mirantes Patkuli e Kohtuotsa. A vista de Tallinn é linda, embora tenhamos gostado mais do primeiro. É possível observar o Golfo da Finlândia, as muralhas e a torre da São Olavo.

Mirante Patkuli - Tallinn - EstoniaMirante Patkuli

Mirante Kohtuotsa - Tallinn - EstoniaMirante Kohtuotsa

Volte para a cidade baixa pela Pikk, com um desvio à direita para chegar à Niguliste kirik (ou Igreja de São Nicolas). Construída no século XIII em homenagem ao patrono dos pescadores e marinheiros, abriga um museu de arte eclesiástica.

St Nicholas Church - Tallinn - Estonia

Mais adiante está outra importante rua da cidade velha, a Viru, cortada pelo Viru Väravad (ou Portão Viru). Esse belo pórtico faz parte do sistema de defesa construído no século XIV.

Viru - Tallinn - EstoniaRua Viru

Viru Gate - Tallinn - EstoniaPortão Viru

Perpendicular ao portão, na rua Müürivahe, está a Hellemanni torn (ou Torre Hellemann). Não deixe de subir para caminhar por um dos trechos das muralhas que fazem parte do Patrimônio da Humanidade pela UNESCO, assim como os guardas faziam durante as rondas há mais de 500 anos.

Hellemann Tower & Wall - Tallinn - EstoniaMuralhas vistas de baixo

Hellemann Tower & Wall - Tallinn - EstoniaCaminhando sobre as muralhas 

Encerrando os principais pontos turísticos de Tallinn, cruze a estreita rua chamada de Katariina käik (ou Passagem da Catarina). Ao longo dessa pequena passagem, artistas expõe seus trabalhos elaborados em casas do século XV.

St Catherine Passage - Tallinn - EstoniaPassagem da Catarina

St Catherine Passage - Tallinn - EstoniaRemanescentes de inscrições medievais

Antes de retornar para Helsinque (ou para o hotel), sugerimos uma parada no delicioso Olde Hansa (Vana Turg 1). Estávamos muito apreensivos por ser um restaurante temático (reproduz os alimentos, ambiente, trajes e louças da época medieval, além de um atendimento bem caricato, sem se tornar piegas) e extremamente turístico. No entanto, após pesquisar os relatos de outros viajantes, optamos por arriscar e não nos arrependemos! O atendimento foi excelente e os pratos e bebidas estavam fabulosos.

Olde Hansa - Tallinn - Estonia

Pedimos uma cerveja com ervas (o cheiro era incrível!) e, de entrada, carne de alce desidratada (lembra o salame!) e queijo no forno com ervas (supremo!).  Como prato principal, nos aventuramos nas carnes de caça com as saborosas carnes de urso cozida por horas e de javali, acompanhada de repolho e lingonberries (o molho escuro reduz a beleza do prato, mas não o sabor e maciez das carnes!). Para fechar, o rose pudding, um pudim com aroma e sabor de rosas. Maravilhoso! Certamente foi uma das melhores sobremesas de toda essa viagem!

Olde Hansa - Tallinn - EstoniaCerveja com ervas

Olde Hansa - Tallinn - EstoniaQueijo no forno com pão caseiro

Olde Hansa - Tallinn - EstoniaCarne de urso com legumes e cereais

Olde Hansa - Tallinn - EstoniaJavali com repolho, cereais e lingonberries

Olde Hansa - Tallinn - EstoniaRose pudding

Outra sugestão de restaurante é o Kuldse Notsu Korts (Dunkri 8), também próximo à prefeitura. Fomos no segundo dia e tomamos uma deliciosa cerveja com uma entrada que consistia de vários frios típicos regionais. Valeu a pena!

Kuldse Notsu Korts - Tallinn - Estonia

Gostou do roteiro e das dicas? Faça suas reservas pelas caixas de pesquisa na lateral, nos links ao longo do post ou clique para reservas de hospedagem no Booking ou aluguel de carros no RentalCars. Você não paga nada a mais por isso e nos ajuda a manter o site. Obrigado!


Precisa de orientação para montar um roteiro inesquecível pela Estônia? Quer ajuda em reservas de hotéis, aluguel de carros, passagens de avião, ônibus ou trem? Quer montar um roteiro 100% personalizado e tornar sua viagem inesquecível? Visite nossa página de Roteiros Personalizados ou deixe sua mensagem abaixo.

Thiago Carvalho

Carioca, casado, 31 anos, médico, amante da natureza e apaixonado por viagem, de Itaipava no fim de semana ao Bungee Jumping na Nova Zelândia. Volta de uma viagem com o roteiro pronto para a próxima.

8 Resultados

  1. nicole disse:

    que gracinha de cidade, não conheço nada do leste europeu! É uma viagem incrível, não é?
    o que curti mesmo no post foram as comidas! ahahaha… as caras estavam boas demais!

  2. Gabriela disse:

    Post completíssimo como sempre! Não conheço ninguém que tenha ido a Tallinn. Adorei ver a cidade pelo olhar de vocês. 🙂

  3. Paulo Venoso disse:

    Que lugar maravilhoso, a gente volta no tempo literalmente, essa arquitetura eu sou apaixonado, gostei dessa praça da prefeitura com essas mesinhas e restaurantes é um charme só, muito interessante a catedral santa maria sobre resistir ao incêndio, gostei dessa cidade, adorei o post

  4. Livia Zanon disse:

    Ta aí um lugar que nunca havia pensado em conhecer… Achei mto interessante e a comida com a cara boa 😀 haha! Adorei as dicas, parabéns pelo post casal!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Reprodução ou cópia não autorizada!